Data: 22/04/2013 19:24 / Autor: Redação / Fonte: PMM

Mauá e Ribeirão Pires se unem para melhorar a Saúde regional

Prefeitos das duas cidades se encontram para estabelecer pauta visando melhorias em conjunto na microrregião formada por quase 600 mil habitantes.


Reunião definiu elaboração de pauta de reivindicações para a área da Saúde Regional
Reunião definiu elaboração de pauta de reivindicações para a área da Saúde Regional

Crédito: Evandro Oliveira/PMM

Os prefeitos de Mauá e Ribeirão Pires se reuniram na manhã desta segunda-feira (22-04), para elaborar em conjunto uma pauta de reivindicações para investimentos na área da Saúde da microrregião, que será encaminhada aos governos Estadual e Federal. O encontro de Donisete Braga e Saulo Benevides foi realizado na Prefeitura de Ribeirão Pires. Também participaram os secretários de Saúde das duas cidades, Lumena Furtado (Mauá) e Fernando Antonio Blandi (Ribeirão).

A principal demanda das cidades, incluindo Rio Grande da Serra, é a construção de um hospital regional, uma vez que as únicas referências públicas para atendimento é o Hospital Nardini (municipal) em Mauá; e os hospitais estaduais Mário Covas em Santo André e Serraria em Diadema. Ou seja, quem mora em Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra precisa se dirigir ao Nardini, inteiramente custeado pela Prefeitura de Mauá (em torno de R$ 60 milhões por ano) ou então cortar até três outras cidades para ser atendido.

Ficou definido durante o encontro que um grupo de trabalho se reunirá nos próximos meses com representantes das secretarias de Saúde das três cidades. “Vamos encontrar soluções para que um problema que ocorra em Mauá não venha impactar tanto nos vizinhos ou vice e versa”, afirmou o prefeito Donisete Braga. Essa agenda será levada ao grupo de trabalho do Consórcio Intermunicipal, assim como a equiparação salarial dos médicos, para evitar a evasão de profissionais para outras cidades.

Outros temas abordados durante a reunião: a reinvindicação de mais investimentos junto aos governos do Estado e Federal, para a ampliação do número de ambulâncias do SAMU, (atualmente a base de atendimento aos três municípios fica em Mauá e conta com oito equipamentos, cinco de atendimento básico e três avançados); e o aperfeiçoamento do atendimento realizado pelo AME (Ambulatório Médico de Especialidades), que é de responsabilidade estadual e está localizado no centro de Mauá.

Gráfico com os números da Campanha de Vacinação em Mauá, entre os dias 15 e 20 deste mês.
Gráfico com os números da Campanha de Vacinação em Mauá, entre os dias 15 e 20 deste mês.

Comente aqui