Data: 26/11/2021 19:40 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de Mauá

Mauá promove testagem de HIV na rede de saúde a partir de quarta (1º/12)

A campanha 'Fique Sabendo' visa conscientizar sobre a importância do exame. O lançamento da ação está programado para domingo, no encerramento da Semana da Visibilidade LGBTQIA+ de Mauá


Crédito: Reprodução

No Dezembro Vermelho, mês de conscientização sobre a prevenção ao vírus HIV, Aids e outras IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis), Mauá promoverá de quarta (1°/12) a terça-feira (7/12) uma mobilização de incentivo ao teste de HIV, sobretudo para aquelas pessoas que nunca fizeram o exame, com a campanha 'Fique Sabendo'.

O lançamento da ação está programado para domingo (28/11), no encerramento da Semana da Visibilidade LGBTQIA+ de Mauá, no Teatro Municipal. No local, das 14h às 18h, será feita a testagem e o aconselhamento com profissionais de saúde.

Durante a campanha, CEMMA (Centro de Especialidades Médicas de Mauá) e CRSMCA (Centro de Referência em Saúde da Mulher, Criança e Adolescente) farão o teste rápido de HIV e sífilis, de segunda a sexta, das 8h às 16h. No CRS (Centro de Referência em Saúde) será das 7h às 16h. As 23 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) também realizarão o serviço durante a semana, das 8h às 17h.

O diagnóstico precoce reduz a transmissão e ajuda na melhoria da qualidade de vida do infectado pelo vírus HIV, causador da Aids (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida). Ele ataca o sistema imunológico, deixando o organismo exposto a infecções.

A transmissão ocorre pelas relações sexuais sem proteção com pessoas infectadas, pelo compartilhamento de seringas e agulhas contaminadas e da mãe infectada sem tratamento para o bebê durante a gestação/amamentação.

O CRS (Centro de Referência em Saúde), localizado na Rua Benedito Meireles, 193, Vila Vitória, é o endereço para o diagnóstico e tratamento de HIV, sífilis e hepatites B e C em Mauá. Os exames são feitos o ano inteiro, durante a semana.

Em 2021, até o final de outubro, a unidade realizou 1.724 testes de HIV e 1.526 de sífilis. Também como estratégia de prevenção, os serviços de saúde da rede pública disponibilizam preservativos à população.

Comente aqui