Data: 16/04/2013 19:36 / Autor: Redação / Fonte: PMM

Mauá pede a instalação dos programas de Apoio à Pessoa com Deficiência

O secretário municipal de Trabalho e Renda, Marcelo Lucas Pereira, se reuniu na última sexta-feira (12/04) com o secretário estadual de Emprego e Relações do Trabalho, Carlos Ortiz.


O encontro, realizado na sede do órgão estadual, marcou o início da relação entre governo do estado e Prefeitura para ampliar as oportunidades aos trabalhadores com deficiência e jovens da cidade.

Para o secretário municipal de Trabalho e Renda, Marcelo Lucas Pereira, governo do estado e Prefeitura de Mauá devem promover ações conjuntas para oferecer qualificação social e profissional de qualidade. “Temos muitos pontos da cidade a melhorar no que se refere aos trabalhadores com deficiência; as próprias empresas tem dificuldade de preencher as vagas especiais; precisamos de ações conjuntas para oferecer oportunidades a esses trabalhadores”, avaliou.

O secretário municipal solicitou ao governo do estado a instalação dos programas de Apoio à Pessoa com Deficiência (Padef), Jovem Cidadão, Programa Estadual de Qualificação (PEQ), Pró-Egresso e Time do Emprego em Mauá.

O secretário estadual de Emprego e Relações do Trabalho, Carlos Ortiz, elogiou a aproximação com a Prefeitura de Mauá para oferecer mais oportunidades aos trabalhadores e defendeu a participação dos sindicatos na política de emprego do município, “Temos que consolidar a aproximação da Comissão de Emprego, que representa a iniciativa pública e privada, com os sindicatos, que informam como está o relacionamento da empresa com o trabalhador, se paga tudo certinho”, afirmou. “Senão acabamos trabalhando para o mau patrão”, concluiu.

Pró-Egresso

Os trabalhadores egressos do sistema prisional foram contemplados na proposta de Mauá. O Pró-Egresso impulsiona a reintegração social, onde os egressos são inclusos nos programas oferecidos pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, por meio da intermediação de mão de obra, qualificação profissional, frente de trabalho e carteira profissional. “Nossa equipe vai analisar a metodologia utilizada em política estadual semelhante para verificar a viabilidade de utilizá-la no município”, explicou o secretário Marcelo Lucas Pereira.

As equipes das duas secretarias se reunirão em 15 dias para iniciar um levantamento das demandas de qualificação social e profissional e a instalação dos programas do governo estadual no município.

Comente aqui