Data: 24/01/2022 19:32 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de Mauá

Mauá amplia vacinação para crianças a partir de 6 anos

Público infantil pode ser imunizado contra a Covid nas 23 UBSs


Crédito: Edu Guimarães / PMM

A partir desta terça-feira (25/01), as crianças a partir de 6 anos, sem comorbidades, podem ser imunizadas contra a Covid em Mauá – aquelas de 5 a 11, com comorbidades, deficiência ou autismo estão igualmente aptas.

Nesta segunda-feira (24/01), segundos dados prévios da Vigilância Epidemiológica, foram vacinadas 2.076 crianças no município, de um total de 5.759 pessoas imunizadas no dia.

As doses são aplicadas nas 23 UBSs (Unidades Básicas de Saúde), de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h – Magini, Zaíra 2 e Flórida vacinam até as 20h. As crianças devem estar acompanhadas dos pais ou responsáveis.

A criança que tomou uma das vacinas do calendário de rotina deverá aguardar 15 dias para receber o imunizante.

O cadastro no www.vacinaja.sp.gov.br. agiliza o atendimento. É necessário levar a carteira de vacinação e o CPF da criança. Quem ainda não tem o documento pode solicitá-lo pelo site da Receita Federal (https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/CPF/InscricaoPublica/inscricao.asp) ou em uma agência dos Correios.

Nesse caso, o pai ou responsável precisa apresentar RG próprio, Certidão de Nascimento ou RG da criança. O documento tem taxa de R$ 7, que deve ser pago na hora.

Comorbidades também precisam ser comprovadas por meio de receituário, exames ou relatório médico, com a descrição do problema de saúde ou da deficiência. Confira a lista no https://tinyurl.com/lista-comorbidades

Adultos com doses atrasadas também podem ser vacinados contra a Covid nas unidades básicas de saúde.

É possível ajudar a combater a fome na cidade ao se imunizar. Doe qualquer alimento da cesta básica para a campanha 'Mauá na luta contra a fome' no dia em que for tomar a vacina. Não é obrigatório, mas ajudará muito a quem não tem o mínimo para colocar na mesa.

A Prefeitura de Mauá reforça o pedido às pessoas seguirem com os cuidados sanitários. Use corretamente a máscara, mantenha a higiene das mãos frequentemente e o distanciamento físico. Evite aglomerações.

Comente aqui