Data: 19/01/2022 20:13 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de Mauá

Doses aplicadas contra a Covid em Mauá é superior à população de 99,37% das cidades de SP

Foram 764.566 doses aplicadas desde o início da vacinação, há exato um ano


Crédito: Governo do Estado de São Paulo

Há exato um ano após o início da vacinação contra a Covid em Mauá, a Prefeitura chegou nesta quarta-feira (19/01) à expressiva marca de 764.566 doses aplicadas. O número, com base na estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para 2021, é superior à população de 99,37% das cidades paulistas. Ou seja, considerando as 645 cidades do Estado de São Paulo, apenas quatro delas — o que inclui a Capital — têm mais habitantes do que a quantidade de doses aplicadas em Mauá.

"Nosso objetivo sempre foi o de preservar e salvar vidas. Além de lutar pelo envio de mais doses à cidade no início da imunização no país, realizamos série de ações, como mutirões, e usamos a criatividade para superar as dificuldades e levar a vacina a todos os cantos de nossa Mauá. E continuamos a incentivar a imunização da população, pois somente assim conseguiremos vencer a luta contra essa terrível doença", afirmou o prefeito Marcelo Oliveira.

Neste primeiro ano de vacinação, além de não interromper a imunização por falta de doses, como ocorreu em algumas cidades no país, Mauá ainda avançou no processo, com a antecipação de doses a diversos públicos-alvo. O governo inovou com o 'carro da vacinação', levando as doses a bairros mais distantes, e foi responsável por realizar uma das ações mais importantes do país neste período de pandemia. Em junho do ano passado, o 'Arraiá da Vacinação' imunizou em um mesmo lugar e ininterruptamente, por 12h, 10.439 pessoas nos estacionamentos da Prefeitura.

No início da semana, a cidade registrou novo dado importante no enfrentamento ao coronavírus ao superar a marca de 100 mil doses de reforço à sociedade.

A Prefeitura de Mauá segue com as aplicações da primeira e da segunda doses, reforçando a importância de a população completar o esquema vacinal, e da terceira dose complementar para reforçar as defesas contra o vírus. Também oferece atualmente a quarta dose a imunocomprometidos.

O governo ainda abriu a vacinação a crianças de 5 a 11 anos com novidades. Como medida protetiva às crianças, para que elas não precisem ir a unidades de saúde, que têm registrado aumento expressivo de atendimentos a pessoas com casos de síndrome gripal, a aplicação de doses vem sendo realizada em escolas municipais.

Além disso, o público com TEA (Transtorno do Espectro Autista) foi incluído nesta primeira fase de vacinação infantil na cidade desde o primeiro dia — autistas não estavam contemplados pelo Programa Nacional de Imunização nesta fase.

Comente aqui