Data: 17/07/2019 17:02 - Alterado em: 18/07/2019 17:16 / Autor: Redação / Fonte: BRK Ambiental

BRK Ambiental destaca a importância do Dia de Proteção às Florestas

Proteger as florestas, os mananciais e cursos d´água também é uma missão do saneamento


No dia 17 de julho é comemorado o Dia de Proteção às Florestas no Brasil, data que tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação de um dos grandes patrimônios naturais do país, lar de inúmeras espécies de animais e plantas e responsável pela qualidade de vida humana.

E o saneamento básico também está ligado à proteção das florestas. Com a coleta e tratamento do esgoto, toda a área de vegetação próxima aos rios, córregos, nascentes e mares são protegidas e até mesmo reestabelecidas. O mesmo ocorre com os animais que vivem nessas regiões.

Em Mauá, os índices de coleta e tratamento de esgoto já são 93% e 74%, respectivamente, o que coloca a cidade em destaque na região Metropolitana de São Paulo, sendo um dos municípios que mais avançou nos últimos anos em saneamento básico. Esses números são reflexo da continuidade dos investimentos de mais de R$ 245 milhões no Sistema Público de Esgotamento Sanitário da cidade, onde já são tratados diariamente mais de 50 milhões de litros de esgoto, contribuindo com a recuperação dos córregos do município, bem como do Rio Tamanduateí, que nasce na cidade.

Após os investimentos para a retirada dos lançamentos de esgoto, como parte de um trabalho para promover a consciência e a responsabilidade socioambiental, capaz de valorizar a importância dos mananciais e despertar o interesse da comunidade sobre a preservação dos cursos d’água presentes na cidade, a concessionária de esgotamento sanitário do município, a BRK Ambiental, realiza em parceria com as Secretarias de Educação e do Verde e Meio Ambiente monitoramentos mensais da qualidade da água de diversos locais, como instrumento de sensibilização e engajamento social.

Alunos de escolas municipais e estaduais de Mauá participam dos monitoramentos com coletas de amostras da água do Rio Tamanduateí em quatro pontos do município: próximo à nascente no Parque da Gruta Santa Luzia; na Avenida Brás Cubas – onde passa o córrego Bocaina; contribuinte do Rio Tamanduateí, em trecho do rio que corta a Vila América; e em trecho do Rio no bairro Capuava, próximo à Estação de Tratamento de Esgoto de Mauá.

Após o monitoramento é possível classificar o corpo d’água como qualidade péssima, ruim, aceitável, boa e ótima.

Comente aqui