Data: 27/08/2019 17:20 / Autor: Redação / Fonte: PMM

Alunos e professora de Mauá discutem desastres naturais no Japão

Assunto será abordado em Conferência Internacional com quase 50 países em setembro


Alunos e professora de Mauá discutem desastres naturais no Japão
Alunos e professora de Mauá discutem desastres naturais no Japão

Crédito: Divulgação/PMM

Seis pessoas de Mauá foram as únicas selecionadas no Brasil para participar da Conferência Internacional de Alunos do Ensino Médio em Hokkaido, no Japão, para debater a conscientização dos riscos de desastres naturais. Uma professora e cinco alunos de 15 a 16 anos participarão do evento junto a estudantes de outros 42 países.

A Escola Estadual Olavo Hansen foi indicada pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil de São Paulo (CEPDEC/SP) e selecionada pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (SEDEC). De acordo com a professora, Ana Paula Tavares da Silva, todos vão embarcar dia 3 de setembro com retorno dia 13 do mesmo mês. “Após termos concorrido com outros professores do Estado e o governo do Japão ter nos escolhido justamente por Mauá sofrer com a invasão irregular e, consequentemente, problemas em épocas de chuva, tive o desafio de escolher alunos que já falassem inglês, tivessem boas notas e o comportamento fosse muito bom. São muitos alunos, mas no final chegamos aos selecionados”, descreveu.

Ao longo dos 10 dias, além de participar da conferência, eles vão conhecer a cultura local e realizar treinamentos contra os desastres naturais, tudo financiado pelo governo do Japão. “Vamos repassar todo o conhecimento para as comunidades de Mauá. Podemos fazer a divulgação pelas redes sociais e ministrar seminários dentro da escola, para o bairro, principalmente ao Jardim Zaíra”, informou o estudante Diêgo Araújo Silva.

Este será o primeiro desafio em inglês dos alunos, embora a professora sempre incentive os estudantes a participar de feiras e workshops de intercâmbio. Todos os alunos foram nesta segunda-feira (26) ao Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, apresentar o trabalho que levarão a Hokkaido, ao governador João Doria. “No Brasil, não sofremos com terremotos e tsunamis, mas passamos por problemas como enchentes e deslizamentos. Teremos apenas cinco minutos para mostrar as fotos de Mauá e discutir como minimizar os danos e, talvez, encontrar soluções”, finalizou a professora.

Outros alunos que participarão da atividade são: João Vítor Santos Braiz, Samuel de Souza Silva, Maryllin França Peres e Renan Santos Rodrigues.

Crédito: Divulgação/PMM

Comente aqui