Data: 22/10/2021 22:00 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de Mauá

'Nova Estação' chega para revolucionar Mauá

Projeto inovador reformará completamente o Terminal Rodoviário Central e ainda criará um novo espaço de convivência para a população


Crédito: Divulgação

A Prefeitura de Mauá lançou nesta sexta-feira (22/10) as obras da 'Nova Estação', um projeto que vai revolucionar o Centro da cidade. Trata-se do novo terminal rodoviário central. O local contará com estrutura moderna, que garantirá em um mesmo espaço a rodoviária, comércios e serviços públicos, um verdadeiro centro de convivência, com segurança e praça de alimentação. O tempo de construção está previsto para dois anos.

“É um orgulho e uma emoção muito grande anunciar esse momento para população de Mauá. Essa novidade vai mudar a cara da cidade. E queremos a partir desse empreendimento, reescrever a história da cidade, gerando empregos, dando oportunidades a empreendedores e possibilitando um transporte de qualidade e dando mais conforto às quase 200 mil pessoas que circulam diariamente pela região central”, afirmou o prefeito Marcelo Oliveira.

O terminal rodoviário será todo modernizado para garantir segurança e conforto ao usuário. A estrutura com oito plataformas será mantida, mas a circulação de pedestre na via será proibida e o acesso até as paradas de ônibus será por escadas rolantes, também respeitando padrões de acessibilidade. O empreendimento vai gerar cerca de 6000 empregos durante o andamento da obra e depois que estiver concluído, pois além do terminal, o local terá um centro de compras com espaço para 400 lojas e praça de alimentação. O investimento total deve ser superior a R$ 34 milhões.

A Praça 22 de Novembro será reformada e continuará com o mesmo nome, que homenageia a data da realização do plebiscito que decidiu pela emancipação política e administrativa de Santo André, em 1953. Não há tombamento material da praça, o documento vigente diz respeito ao item imaterial, que é a memória do movimento emancipacionista de Mauá, que será preservada. A Secretaria de Verde e Meio Ambiente está realizando o acompanhamento do projeto para definir as diretrizes para compensação ambiental pela remoção das espécies que estão atualmente no local.

Comente aqui