Data: 06/12/2019 09:13 / Autor: Keila Macedo / Fonte: Secom Diadema

Secretaria de Habitação conquista Regularização Fundiária para AMUAD

Nos últimos anos, Diadema avançou e tem diversos motivos para comemorar. O município tem se tornado referência na questão de regularização fundiária


Secretaria de Habitação conquista Regularização Fundiária para AMUAD
Secretaria de Habitação conquista Regularização Fundiária para AMUAD

Crédito: Thiago Benedetti

“Hoje é um dia histórico. Este governo trouxe solução para o AMUAD depois de 28 anos e os 89 lotes serão regularizados. Esta foi a etapa mais complexa que realizei à frente da Secretaria nestes dois anos”, afirmou a secretária de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Regina Gonçalves, durante o anúncio sobre a liberação da licença da Cetesb para Regularização Fundiária da área da Associação de Mutirão Habitacional de Diadema – AMUAD, realizado na quinta-feira, 5/12, para representantes dos moradores na secretaria de Habitação.

“São 23 anos esperando por esta notícia. Meu marido faleceu e teve esta felicidade”, comentou a moradora Rosimeire Ceschini.

“Com a regularização da área, nós conseguimos, inclusive, incorporar a resolução de 89 lotes de famílias que compraram e não puderam receber os lotes e estavam há mais de 20 anos aguardando. Famílias perderam entes queridos aguardando uma resposta. Encontramos uma solução jurídica, apresentamos ao Ministério Público e a Cetesb. Ontem, foi aprovado com a compensação ambiental por estar em uma área de manancial”, afirmou a secretária Regina Gonçalves.

Lucio Marcelo da Silva um dos moradores beneficiados já tinha perdido as esperanças. “Comprei o lote há 20 anos. Eu já estava desacreditado. É uma felicidade muito grande. Eu vou poder construir a minha casa e sair do aluguel”, comemorou.

“Agora cada morador terá acesso a sua escritura e cada um terá a sua responsabilidade em preservar o Meio Ambiente”, afirmou a presidente da Associação AMUAD, Laura Marques da Silva.

Regularização Fundiária

Nos últimos anos, Diadema avançou e tem diversos motivos para comemorar. O município tem se tornado referência na questão de regularização fundiária. O programa Casa Legal é uma das prioridades da Administração que pretende, ao final de 2020, atingir até 60% de regularização no município, beneficiando 36.833 mil famílias e mais de 184 mil pessoas que vivem em loteamentos irregulares, núcleos e empreendimentos habitacionais de interesse social. Desde 2017, já foram regularizados 6.860 lotes, beneficiando diretamente mais de 43 mil pessoas.

Comente aqui