Data: 18/06/2021 15:40 / Autor: Marcos Luiz / Fonte: PMD

Prefeitura quer voltar ao INFOCRIM e melhorar segurança em Diadema

Índices de roubos, furtos e homicídios tiveram queda no primeiro quadrimestre


Patrulha Maria da Penha - Casa Beth Lobo
Patrulha Maria da Penha - Casa Beth Lobo

Crédito: Divulgação/GCM

Bem diferente de certos “governos” que menosprezam a ciência, a Prefeitura de Diadema valoriza e acredita nela como instrumento para orientar e aperfeiçoar, também, a política de segurança pública do município. Por isso, faz questão de aplicar a Matemática na promoção da paz e no enfrentamento à violência e ao crime.

Baseado em levantamento estatístico feito junto ao INFOCRIM – Sistema de Informação Criminal da SSP-SP (Secretaria Estadual de Segurança Pública), a Secretaria Municipal de Defesa Social constatou a redução de algumas ocorrências criminais em Diadema, este ano.

O acesso aos indicadores que, por sua vez, permitiu o presente estudo, só foi possível graças à cooperação da Delegacia Seccional de Diadema. Atualmente, o município não tem acesso ao INFOCRIM, pois o antigo governo municipal não deu continuidade ao convênio.

Divulgado agora, pela Prefeitura de Diadema, o estudo analítico compara dados do primeiro quadrimestre deste ano, com o mesmo período de 2020. A diminuição mais significativa foi na quantidade de “roubos” (-39,9%), mas também houve queda nos casos de “furtos” (-12,7%) e de “homicídios” (-10,5%).

A análise, porém, demonstrou aumento das ocorrências de “violência doméstica” (+3,8%) e de “tráfico de entorpecentes” (+6,8%). Também subiu o número de “latrocínios”, que passou de três para cinco casos, nos referidos quadrimestres.

Diadema é uma das principais cidades paulistas e precisa voltar a ter acesso ao INFOCRIM. O processo de retomada do convênio com a SSP-SP já está em fase final. Assim, os próximos estudos comparativos de criminalidade passam a ser trimestrais, além de mais completos e ágeis.

Essa medida faz parte de uma série de ações da Prefeitura que visam planejar melhor as estratégias voltadas à segurança pública da cidade e, de modo especial, o policiamento preventivo da Guarda Civil Municipal – GCM de Diadema.

Nesse contexto, vale ressaltar que é muito importante as vítimas de crimes sempre registrarem boletim de ocorrência. Pois são esses relatórios oficiais que alimentam o INFOCRIM e, por consequência, auxiliam a nortear as forças de segurança: PM, Polícia Civil e a GCM de Diadema.

“Informação e inteligência são essenciais no enfrentamento ao crime. Então, a Prefeitura não quer parar por aqui. Futuramente, vai detalhar esses números por região, por bairro, e com isso, adotar ações cada vez mais eficientes. Mas sempre em parceria com a PM, a Polícia Civil e outros órgãos públicos”, declarou o secretário municipal de Defesa Social, Benedito Domingos Mariano.

Patrulha Maria da Penha

Infelizmente, o crescimento de 3,8 % nas ocorrências de violência doméstica, em Diadema, confirma o que outras pesquisas apontaram durante a pandemia. Esse cenário levou a Prefeitura a priorizar, de imediato, a prevenção e o enfrentamento da violência contra a mulher.

Nesse sentido, vale destacar que o projeto Patrulha Maria da Penha, da GCM de Diadema, foi uma das primeiras medidas da nova gestão municipal.

Em quase três meses, a patrulha especializada já analisou 70 medidas protetivas, atendeu 56 vítimas e registrou nove ocorrências. Todo esse trabalho é realizado em parceria com a Delegacia de Defesa da Mulher, a Casa Beth Lobo e outros órgãos de proteção à mulher.

GGI-M vai incluir sociedade civil

Para avançar ainda mais na política municipal de segurança cidadã, baseada na prevenção à violência e ao crime, de forma integrada, a Prefeitura vai realizar, no final do mês, o primeiro encontro do GGI-M – Gabinete de Gestão Integrada Municipal.

O órgão, recentemente criado, terá representantes da Prefeitura, Polícia Militar, Polícia Civil e da sociedade civil.

A presidência do GGI-M será do prefeito José de Filippi Júnior, e a função de secretário executivo, do titular da pasta de Defesa Social de Diadema, Benedito Domingos Mariano.

Comente aqui