Data: 20/01/2020 13:24 / Autor: Redação / Fonte: PMM

Mauá aumenta 21,8% o quadro de beneficiados do Bolsa Família

Governo do prefeito Atila Jacomussi realizou mutirões em novembro e dezembro; cadastrados passam de 6.268 para 7.640


Atila durante visita ao mutirão do Cadastro Único
Atila durante visita ao mutirão do Cadastro Único

Crédito: Elson Alex

De dezembro do ano passado a janeiro, Mauá teve o acréscimo de 1.372 beneficiados ao programa Bolsa Família, passando de 6.268 para 7.640 famílias contempladas, um aumento de 21,8% na cobertura assistencial. Segundo o governo do prefeito Atila Jacomussi, o número é um reflexo do esforço na atualização de cadastros, além de mutirões desempenhados pela Secretaria de Promoção Social e do Fundo Social de Solidariedade no fim de 2019.

Para atualização e inclusão ao programa, o governo promoveu a Ação Social Integrada nas sete unidades do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) para o cadastramento prévio, processo completado por meio do mutirão pelo Cadastro Único, aos sábados entre 23 de novembro e 10 de dezembro. “O povo de Mauá precisa de um governo que abrace as causas sociais, dê carinho para quem mais precisa. Por isso, conseguimos esse aumento no Bolsa Família”, comemorou Atila.

O prefeito destacou o esforço da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Andreia Rios, e da secretária de Promoção Social, Silva Prin Grecco, e do adjunto da Pasta, João Favaro, pelo aumento no número de beneficiários do Bolsa Família. “As nossas equipes tiveram um importante papel neste processo. Discutindo juntos as estratégias e metas para garantir cada vez mais a qualidade dos serviços ofertados à nossa população”, considerou o chefe do Executivo.

Residente do Jardim Feital, a venezuelana Yldrianis Altagracia Garcia Mundaray veio ao Brasil há aproximadamente um ano e afirmou que está emocionada pela inclusão ao Bolsa Família. “Fiquei muito feliz ao ser selecionada, pois a minha família estava sem renda nenhuma e quando procurei o Cras, tinha acabado de nascer o meu bebê. Contar com esse benefício é de extrema importância no momento difícil em que a família se encontra”, contou.

 A moradora Francisca Adriana Campelo Passos, do Jardim Oratório, disse que recebeu o cartão nesta semana, um benefício que veio em uma hora muito importante.  “Quando procurei o Cras, estava desesperada e grávida de dois meses. Acabei de ganhar o meu bebê e contar com este recurso ajudará muito a minha família. Minha renda era de bicos de faxina, mas com o nascimento do meu filho, estava sendo difícil realizar”, pontuou.

O Bolsa Família também fará a diferença para Adelaide de Souza Moura, do Jardim Olinda, que se emocionou ao relatar sua trajetória: “Valeu o sacrifício. Estava tentando sobreviver de panfletagem na rua e não é fácil. Vivo com minha filha e uma neta, e estamos desempregadas. Este ano tem sido de muitas mudanças boas, pois além deste benefício, consegui sair do aluguel ao ser selecionada por um projeto habitacional da Prefeitura (de Mauá)”, celebrou.

Uma vez cadastrada, a família deve aguardar a seleção realizada pelo governo federal, a fim de analisar se o pedido de inclusão ao benefício segue os critérios do Bolsa Família. Para mais informações sobre o programa e como acessá-lo, o munícipe deve procurar uma unidade do Cras de sua região.

Atila durante visita ao mutirão do Cadastro Único
Atila durante visita ao mutirão do Cadastro Único

Crédito: Elson Alex

Comente aqui