Data: 22/04/2013 18:34 / Autor: Iara S. Luz / Fonte: PMD

Lauro Michels quer ampliar ações que visam a inclusão social dos jovens

Projeto Vida Viva que deverá atender mais de 600 jovens, foi lançado no último sábado no Centro Cultural Inamar em Diadema


Projeto Vida Viva foi lançado no Centro Cultural Inamar
Projeto Vida Viva foi lançado no Centro Cultural Inamar

O prefeito Lauro Michels quer ampliar as ações educativas voltadas aos jovens em vulnerabilidade social em Diadema e para isto pretende criar mais programas que buscam incluir crianças e adolescentes que estão vivendo nas ruas. A informação foi anunciada no último sábado, no Centro Cultural Inamar, durante lançamento do Projeto Vida Viva que também é voltado para esse público e que será comandado pelo ator e humorista Edvan Rodrigues, o Buiú da Praça é Nossa. “Vamos buscar novas parcerias e implantar outras atividades que auxiliem quem está precisando e evitar que outras crianças entrem em risco social”, disse Michels.

A Prefeitura executa várias ações neste sentido, exemplo a Fundação Florestan Fernandes com cursos gratuitos para juventude e Pro Jovem Adolescente que atende mais de mil pessoas, e agora com o Vida Viva realizará oficinas na área educacional artística buscando a inclusão e também a formação profissional. O projeto começa com a Oficina de Teatro e no decorrer deverá ser ampliado para as outras linguagens.

Cada oficina comportará 60 alunos e terá duração de três meses. As aulas vão acontecer aos sábados, das 10h às 12h, e a primeira turma vai estudar no Centro Cultural Inamar. Depois o Vida Viva seguirá para o CC Eldorado e assim sucessivamente, até passar por todos os dez centros de cultura do município. O projeto é gratuito e deverá atender mais de 600 jovens.

Durante o aprendizado os alunos vão ter informações sobre técnicas teatrais, cidadania, história regional, saber como funcionar um set de tv e participar de gravações. Também vão visitar o Complexo Anhanguera, em São Paulo, onde funciona o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), para ver de perto como funciona uma empresa de telecomunicação e entretenimento.

Para o secretário de Cultura, Gilberto de Souza Moura, o Vida Viva trará a juventude de Diadema novas perspectivas de vida e mais cidadania. “Será uma ação de inclusão cultural e também de formação”, disse.

Projeto deverá atender mais de 600 jovens
Projeto deverá atender mais de 600 jovens

Comente aqui