Data: 11/10/2019 09:58 / Autor: Marcos Luiz / Fonte: PMD

Guarda Ambiental de Diadema flagra desmatamento no Eldorado

O homem que operava a máquina retroescavadeira foi conduzido à DICMA, onde foi elaborado Boletim de Ocorrência com base na legislação ambiental e por desacato aos guardas ambientais


Guarda Ambiental de Diadema flagra desmatamento no Eldorado
Guarda Ambiental de Diadema flagra desmatamento no Eldorado

Crédito: divulgação / PMD

Fiscais da Prefeitura de Diadema, com apoio da nova Guarda Civil Ambiental, realizaram ontem, 9/10, um flagrante de desmatamento e movimentação irregular de terra em Área de Proteção e Recuperação de Manancial, na esquina das ruas Rio Raimundo Nonato com Rio Taboão das Neves, no loteamento Sítio Joaninha, em Eldorado, próximo à Represa Billings. 

Segundo a Secretaria de Defesa Social de Diadema, a máquina utilizada na escavação do terreno, no momento do flagrante, foi recolhida ao pátio municipal de veículos apreendidos. “É muito importante a população ajudar a Prefeitura a fiscalizar a cidade. Com a  denúncia conseguimos flagrar mais um crime contra o meio ambiente e paralisar essa obra que ocorria sem a devida licença ambiental”, explicou o Secretário de Defesa Social de Diadema, Paulo Alexandre Fagundes.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente de Diadema, a fiscalização ambiental constatou que o infrator suprimiu seis árvores e realizou movimentação de terra causando risco efetivo ao meio ambiente. Em virtude dessas infrações, a pasta lavrou uma multa 7.000 UFDs, que equivale ao valor de R$ 27.160,00. Nessa ação da Prefeitura, estiveram envolvidos técnicos e fiscais das secretarias municipais de Meio Ambiente, Habitação e Desenvolvimento Urbano, além da Guarda Ambiental com apoio de equipe da ROMU.

Nova Guarda – Criada há dois meses, a base da Guarda Civil Ambiental fica no bairro Eldorado, Área de Proteção e Recuperação do Manancial Billings. Para isso, os guardas municipais receberam treinamento específico baseado na legislação ambiental, além de caminhonetes modelo S10, armas de grosso calibre, munições e uniformes.

Com essa iniciativa, a Prefeitura tem a intenção de coibir infrações ambientais como descarte irregular de lixo e apreensão de animais silvestres, bem comuns naquela região. Já no primeiro mês de atividade, a Guarda Ambiental registrou 30 ocorrências que resultaram no resgate de 23 animais, notificou oito comércios por irregularidades, realizou 226 rondas preventivas para impedir o descarte irregular de resíduos no município, além de operações de fiscalização conjunta com a Polícia Militar Ambiental.

Comente aqui