Data: 19/05/2022 17:15 / Autor: Redação / Fonte: PMD

Formandos do Projeto Cozinha Criativa recebem certificados

Dos 22 formandos, 17 participaram do Culinária Básica e cinco do curso de Aperfeiçoamento em Culinária


Projeto Cozinha Criativa
Projeto Cozinha Criativa

Crédito: Adriana Horvath

A Secretaria de Segurança Alimentar realiza no próximo quarta-feira (25/5), às 10h, no Centro de Referência de Segurança Alimentar e Nutricional de Diadema (CRESAND), a entrega de certificados para 22 formandos dos cursos Culinária Básica com Introdução a Economia Solidária e Aperfeiçoamento em Culinária e Gestão de Empreendimentos.

As formações integram o Projeto Cozinha Criativa que a Prefeitura de Diadema realiza para moradores da cidade. O objetivo é qualificar profissionalmente e promover trabalho e renda.

Dos 22 formandos, 17 participaram do Culinária Básica e cinco do curso de Aperfeiçoamento em Culinária. Esta é a primeira turma a concluir o aprendizado, que é voltado para os alunos que já fizeram o Culinária Básica  e querem complementar o conhecimento na arte de cozinhar. 

Para moradora Euza Oliveira, 64 anos, concluir a formação Culinária Básica lhe abriu possibilidades. Familiarizada com a área alimentar, ingressou no curso buscando saber mais sobre o universo culinário. Empolgada, ela conta, que com todo aprendizado planeja tocar seu próprio negócio. “Em breve, pretendo comercializar comidas saudáveis, massas e bolos de pote. Além de fazer o que gosto, que é cozinhar, com as vendas vou ter uma renda”, disse.

Desde o seu lançamento, em 2021, o Projeto Cozinha Criativa já formou 76 munícipes. “É um projeto importante para Diadema e que ao longo do tempo, com as formações realizadas, dará uma grande contribuição à economia local, com mais profissionais qualificados para a área da alimentação” conta o Secretário da Segurança Alimentar, Geraldo Antônio.

Desenvolvido pela Secretaria de Segurança Alimentar, o Projeto Cozinha Culinária é realizado em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e a Fundação Florestan Fernandes. Em junho, duas novas turmas iniciam as aulas.

Comente aqui