Data: 29/07/2015 14:15 / Autor: Renata Nascimento / Fonte: PMD

Festival de Cultura Cigana começa em agosto

Prefeitura preparou uma semana de exposições, contação de histórias, música e oficinas de dança, entre outras atividades que abordam o jeito de viver deste tradicional povo nômade


Cores, música e muita festa é o que reserva o 1º Festival de Cultura Cigana de Diadema, que será realizado a partir de 1º de agosto, sábado, no Centro Cultural Diadema, na região central. Para contar a história e os costumes do povo nômade que tem sua origem no Norte da Índia, a Prefeitura preparou uma série de exposições livres e monitoradas, apresentações de música e dança, contação de histórias, workshop e oficinas de artesanato, palestras, entre outras atividades.

CULTURA DE PAZ
No sábado (1/8), haverá a Caminhada – Ciganidade e Valores de Paz. A concentração será na Praça Lauro Michels, às 16h, e percorrerá as ruas da cidade até o Centro Cultural Diadema, onde haverá, às 17h, a Roda de Paz e Festa Cigana, que promoverá o encontro com a população, repensando a convivência entre os diferentes povos.

“Pretendemos falar sobre a paz universal, no respeito ao outro e às diferenças étnicas, culturais e religiosas. Ciganos são filhos do mundo, não têm pátria nem história escrita, é um povo ágrafo, que merece respeito tanto quanto qualquer outro povo”, afirma Renata Saggioro, uma das organizadoras do evento. No mesmo dia, ainda terão início exposições de fotos e objetos típicos.

CIGANIDADE
Os ciganos são divididos em clãs, grupos ou famílias e seus conhecimentos são transmitidos oralmente de pais para filhos. As mulheres, geralmente, são oraculistas (lêem baralho cigano e tarô, borra de café, entre outros) e se vestem com saias compridas e coloridas, sem mostrar pernas e barriga. Durante o festival, serão abordados os mitos e verdades sobre a cultura cigana, bem como os benefícios da dança para a mulher.

Para Saggioro, que também é coordenadora do Programa Cidade na Escola, o desconhecimento sobre a cultura pode criar alguns mitos como o roubo de crianças, por exemplo. “Ciganos não roubam crianças, ao contrário, eles valorizam suas crianças, deixam-nas em liberdade para brincar e aprender. Os mais velhos também são muito respeitados. Além disso, ciganos não participaram de guerras, mas foram perseguidos ao longo da história pela Igreja Católica, pelo nazismo e outros povos”, lembra.

DIVERSIDADE NA SALA DE AULA
A Secretaria de Educação também desenvolve ações que fomentam a cultura de paz e o respeito à diversidade, a exemplo da EMEB Professora Hercília Alves da Silva Ribeiro que realiza atividades de ritmos com música, entre elas rock, reggae e cigana.

No dia 24 de julho, coordenadoras pedagógicas de 61 escolas municipais se reuniram para discutir sobre os valores de paz e quais as ações que acontecem nas unidades escolares e quais podem ser desenvolvidas a partir delas. Assim, a partir do encontro, será possível multiplicar o conhecimento sobre ciganidade e cultura de paz para os alunos da rede municipal.

AGENDA CULTURAL
O Festival tem início no sábado (1/8), mas para quem quiser entrar no clima um pouco antes pode conferir o Grupo Amor Gitano, durante a Feira Livre Noturna (30/7), a partir das 19h30. Com a participação de Margarete Grandolpho, na voz e violão, os demais integrantes farão apresentações de música e dança.

A maioria dos eventos é gratuita. Apenas o show de encerramento com Roberto Petrovich, banda e bailarinos (8/8) é pago. O ingresso varia entre R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira).

A programação completa do festival e a Agenda Cultural do mês de agosto estão disponíveis em todos os Centros Culturais da cidade e no site da Prefeitura www.diadema.sp.gov.br.

Para a realização do evento, a Secretaria de Cultura contou com o apoio do Grupo Amor Gitano, Centro Cultural Itinerante A Tenda do Cigano, secretarias de Educação, Comunicação e Serviços e Obras, Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Diadema, Coordenadoria de Políticas Públicas da Mulher, DJ O Arrepiuuu, Editora Sinai e Bom Sinal Comunicação Visual.

MAIS SOBRE CIGANOS
Além do Festival de Cultura Cigana, a cidade realiza a Festa Cigana, no Centro Cultural Inamar, que está em sua sétima edição e acontece geralmente no mês de julho.

SERVIÇO:
Programação Festival de Cultura Cigana*
* A programação pode sofrer alteração, por isso, é importante acompanhar a agenda no site da Prefeitura www.diadema.sp.gov.br.

30 de julho, quinta-feira
19h30. Participação especial do grupo Amor Gitano na Feira Noturna
Durante a Feira Livre Noturna de Diadema, haverá a participação especial do grupo de dança cigana Amor Gitano, com Margarete Grandolpho (voz e violão) e demais integrantes com apresentação de música e dança. Entrada franca. 

1 de agosto, sábado
13h. Exposição Muitos Passos, Tantos Caminhos... 10 anos de Amor Gitano
Abertura da exposição de fotos dos 10 anos do Grupo de Dança Cigana Amor Gitano.
Entrada franca. 

13h. Exposição A Arte Cigana
Abertura de exposição de objetos de arte cigana. Parceria com o Centro Cultural Itinerante A Tenda do Cigano. Apresentação de Margarete Grandolpho (voz e violão) e dança com o grupo Amor Gitano. Entrada franca. 

14h. Cortejo de Santa Sara
Numa singela homenagem, o Grupo Amor Gitano e convidados celebram as bênçãos de Santa Sara. Entrada franca. 

16h. Caminhada – Ciganidade e Valores de Paz
Caminhada pelas ruas da cidade com apreciadores, parceiros, professores, agentes culturais e diferentes grupos por uma cultura e valores de paz. Local de concentração: Praça Lauro Michels.

A partir das 17h. Roda de Paz e Festa Cigana
Ciganos e grupos de dança em uma celebração de paz, comandada pelo DJ O Arrepiuuu. Entrada franca.

2 de agosto, domingo
A partir das 17h. Mostra de dança e show com Roberto Petrovich e bailarinos
Show com a presença do Grupo Kelimaski, Espaço Artístico Malaika e Espaço Lali, Thaís Salomé (Solo de Dança Cigana Egípcia - Gawhazee). Entradas: R$30 (inteira), R$ 15 (meia) e R$ 20 (antecipado). Informações por e-mail ciganocristiano@hotmail.com ou telefone (11) 99508 9291 (Vivo e WhatsApp). 

4, 5 e 6 de agosto, terça, quarta e quinta-feira
14h. Visita monitorada
Visita monitorada das exposições “Muitos Passos, Tantos Caminhos... 10 anos de Amor Gitano” e “Arte Cigana”. Entrada franca. No dia 6, quinta-feira, a visita começa às 15h.

4 de agosto, terça-feira
19h. Dança Cigana – Filhos do Deserto
Apresentação de dança com as professoras Valdinês Cipryano e Priscila Gonçalves. Entrada franca.

4 de agosto, terça-feira
19h. Palestra e mesa redonda – Mistérios e Verdades sobre o Povo Cigano e Os Benefícios da Dança Cigana para a Mulher
Palestras sobre o povo cigano, sua cultura e história, com D. Beni Mística, e sobre a dança cigana como resgate sociocultural e seus benefícios, com Gláucia Mesquita. Mediação: Renata Saggioro Silva. Entrada franca.

5 de agosto, quarta-feira
17h30. Workshop de Dança Cigana para iniciantes (meninas e adolescentes)
19h30. Workshop de Dança Cigana para iniciantes (mulheres e adultas)
Worshop será realizado pelas professoras Chris Torres e Luciana de Donato. 30 vagas. Inscrições: 4056 3366 (Teatro Clara Nunes). Entrada franca.

6 de agosto, quinta-feira
9h30. Dança Cigana – Grupo Arte e Magia
Dança cigana solo e apresentações do Grupo Arte e Magia. Professoras Rosemari Donadelli e Walkíria Coelho. Entrada franca.

14h. Oficina de Dança Cigana para Crianças com Dulcilene Pereira Fabel
Para crianças de 6 a 10 anos. Inscrições: 4056-3366 (Teatro Clara Nunes). Entrada franca.

17h30. Contação de Histórias – O Leque Mágico e a A Lenda da Boneca Mágica
Com o casal cigano Chris e Cristiano, do Centro Cultural Itinerante A Tenda do Cigano, de Diadema.  Entrada franca.

Das 19h30 às 21h. Workshop de Dança Flamenca com Kelly Ribeiro e Peña Flamenca
30 vagas. Para homens e mulheres a partir de 10 anos. Inscrições: 4056-3366 (Teatro Clara Nunes). Entrada franca.

7 de agosto, sexta-feira
Das 13h às 15h. Oficina de Bijouteria Cigana com Maria Luísa (crianças)
Das 15h às 17h. Oficina de Bijouteria Cigana com Maria Luísa (adulto)
20 vagas. Inscrições: 4056-3366 (Teatro Clara Nunes). Entrada franca.

15h. Apresentação de Dança Cigana – Jardim de Kali
O grupo Jardim de Kali, de Jacareí, apresenta a coreografia Gitanas do Jardim de Kali. Entrada franca.

Das 17h30 às 18h30. Workshop de Dança Turca com Renata Saggioro
30 vagas. Inscrições: 4056-3366 (Teatro Clara Nunes). Entrada franca.

19h. Show musical com Renata Seguchi, Ricardo Pereira e Marcelo Rodrigues
Ritmos e batidas ciganas com os músicos Ricardo e Renata. Participação do Grupo Amor Gitano. Entrada franca.

19h30. Palestra Danças Ciganas do Mundo – Saphyra
Ao falar sobre a cultura cigana, fala-se em diversidade. Povo nômade que parte da Índia e se espalha por diversos países, os ciganos vivem diferentes contextos que interferem na sua cultura e são expressadas na diversidade de suas danças. Entrada franca.

8 de agosto, sábado
15h. Atividades de Encerramento – Palestra
Roda de conversa com o tema Povo Cigano, Etnia e Espiritualidade, com Ávallos Ernandes e Cristiano Torres.
16h. Atividades de Encerramento – Dança
Mostra de dança cigana para conhecer um pouco mais sobre a cultura e descobrir o que é mito e o que é verdade.
20h. Atividades de Encerramento – Show com Roberto Petrovich, banda e bailarinos

Presenças: Jardim de Kali - Jacareí, Cia. Alegria Cigana - São Paulo, casal Estrella de Luzia Sanchez e Ávallos Ernandes - Ribeirão Pires, Grupo Estrella de Sara Kali - Diadema. Entradas: R$30 (inteira), R$ 15 (meia) e R$ 20 (antecipada). Informações por email ciganocristiano@hotmail.com ou telefone (11) 99508 9291 (Vivo e WhatsApp).

29 de agosto, sábado
Das 19h às 21h. Espetáculo “Povo das Estrelas” com grupo Amor Gitano
Música, poesia, curta-metragens e um espetáculo de dança cigana em comemoração aos 10 anos do grupo. Os dançarinos reinventam o surgimento dos ciganos na Terra num misto de realidade e sonho, representando os elementos da natureza nos mágicos movimentos ciganos. Parceria: Kelly Ribeiro e Marcelo Tahira, Cia Filhos do Deserto. Livre. Entrada franca.

Centro Cultural Diadema / Teatro Clara Nunes
Rua Graciosa, 300 – Centro.
Tel.: 4056 3366

Feira Livre Noturna, todas as quintas-feiras
Praça da Moça. Encontro da Avenida Alda com Rua Graciosa, s/n – Centro

Praça Lauro Michels
Encontro das avenidas Antonio Piranga, Fábio Eduardo Ramos Esquível e Rua Amélia Eugênia, s/n – Centro.

Comente aqui