Data: 18/06/2021 13:18 / Autor: Iara S. Luz / Fonte: PMD

Diadema faz lançamento virtual do Projeto Cozinha Criativa

Live, hoje, às 18h, com participação dos envolvidos no projeto. Mais de 300 pessoas inscritos


Cozinha Criativa
Cozinha Criativa

Crédito: Kamila Ferreira

A Secretaria de Segurança Alimentar lança hoje, sexta-feira (18/6), o Projeto Cozinha Criativa Diadema, que promove a formação e requalificação profissional na área da alimentação.  O evento virtual será transmitido a partir das 18h, com o prefeito José de Filippi Júnior falando na abertura.

Em seguida vêm as participações dos secretários da Segurança Alimentar (SESA), Gel Antônio; Desenvolvimento Econômico e Trabalho (SEDET), Joel Fonseca; e do diretor-presidente da Fundação Florestan Fernandes (FFF), Manuel Eduardo Marinho. As três repartições públicas são parceiras na capacitação, que além do preparo profissional, busca incentivar a geração de trabalho e renda.

No ato de lançamento a nutricionista da SESA, Fernanda Barbirato Augusto, fará uma explanação sobre o projeto que oferece o curso “Cozinha Básica” aos moradores de Diadema. A formação é gratuita e será ministrada à distância para 60 pessoas. As aulas começam no próximo dia 22 de junho, às terças e quintas-feiras, das 9h às 11h. Ao todo o curso terá 17 aulas que somarão 58 horas de aprendizados. Além da parte teórica, os alunos participarão de atividades complementares, online, e ao final passarão por avaliação e receberão certificados.

“Durante o curso os inscritos vão aprender sobre várias coisas, como: boas práticas na manipulação de alimentos, segurança nutricional, cálculo de custo de receitas e rotulagem, que vão deixá-los aptos a realizar algo que lhes garantam rendas ou mesmo encontrar um trabalho no setor da indústria alimentícia”, afirma o secretário de Segurança Alimentar, Gel Antônio.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Joel Fonseca, a parceria entre os três atores envolvidos no projeto é fundamental porque ajudará na melhoria da mão-de-obra local e ao mesmo tempo trabalhará questões sobre autogestão e economia popular. “Na formação os integrantes da Divisão de Economia Solidária da SEDET vão ministrar aulas sobre cooperativismo, ações que antecedem a criação de um empreendimento, o que é uma associação, e com isso estimular o surgimento em Diadema de novos grupos de trabalho na área da economia solidária”, disse. 

Para o diretor-presidente da Fundação Florestan Fernandes (FFF), Manuel Eduardo Marinho, a realização do Projeto Cozinha Criativa de forma integrada inova e traz ganhos importantes para o município. “A Fundação Florestan Fernandes vai fazer todo o acompanhamento pedagógico do curso e neste momento de pandemia é muito importante capacitar e requalificar pessoas para que elas possam produzir rendas. Com esse curso muitas pessoas poderão ser incluídas ao mundo do trabalho”, ressalta.

Novas Turmas – Com houve uma grande procura para o curso Cozinha Básica - o número de inscritos foi de 300 pessoas – a turma inicial de 30 alunos passa para 60 e nova classe, como mais 60 alunos, começa a funcionar, em agosto, às segundas e quartas-feiras.

Comente aqui