Data: 05/06/2019 17:35 / Autor: Keila Macedo / Fonte: Secom Diadema

Diadema amplia tratamento de esgoto para mais 60 mil domicílios


Crédito: Thiago Benedetti

Com o refrão “Consumo consciente tá na sua mente/ Consumo consciente depende da gente/ Pra preservar o meio ambiente”, 90 alunos da EMEB Cecília Meireles abriram o evento em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente realizado nesta tarde, 5/06, no Parque do Paço. Os estudante tiveram uma aula de biologia ao ar livre e puderam conhecer animais como bicho pau, barata de Madagascar, tartaruga e ratinhos, além de realizar o plantio de 10 mudas de árvores das espécies araçá vermelho, grumixama e ipês rosa e amarelo. Cada árvore ganhou o nome da turma da escola que a plantou.

Durante o evento, a Prefeitura de Diadema em parceria com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – Sabesp apresentou à população o balanço das ações de saneamento ambiental, expansão do tratamento de esgoto e queda dos índices de redução de perdas de água no município. Estiveram presentes o prefeito de Diadema, Lauro Michels, o superintende da Sabesp, Roberval Tavares, secretários municipais e representantes da Câmara de Vereadores.

A Sabesp voltou a operar os sistemas de água e esgoto do município, em 2014, e vem apresentando vários resultados. Com um plano de investimento de R$529 milhões, as obras e ações executadas estão fazendo com que Diadema se torne um município universalizado com abastecimento em água, coleta e tratamento de esgoto. O retorno da empresa de saneamento a Diadema foi a solução encontrada pelo prefeito Lauro Michels para liquidar a dívida de R$ 1,2 bilhão da Saned com a estatal paulista, sem prejudicar seus 300 funcionários que foram absorvidos pela companhia, e de transformar um débito em investimento para melhorar a prestação de serviços aos mais de 400 mil habitantes da cidade.

Entre 2014 e 2018, foram executadas diversas obras para melhoria do esgotamento sanitário do município com objetivo de enviar maior quantidade de esgoto para a Estação de Tratamento de Esgoto do ABC (ETE ABC). Como resultado, aproximadamente mais 60 mil domicílios passaram a contar com o tratamento de esgoto, permitindo ampliar o índice de tratamento da cidade de 14 % para 52 %. Tudo isso foi possível por meio de diagnósticos realizados em campo e informações cadastrais.

“São quatro anos de parceria com Diadema. Hoje, mais de 52% da cidade está coberta o que representa mais de 60 mil imóveis que tem esgoto coletado e encaminhado para tratamento. Isso é importante porque saneamento ambiental é saúde, é qualidade de vida e é meio ambiente”, comentou o superintende da Sabesp, Roberval Tavares.

Água

Nos quatro últimos anos, foram realizadas 15 mil novas ligações de água, das quais 2.300 nas regularizações em núcleos habitacionais.  A distribuição de água também ganhou melhorias com a implantação de 23 Válvulas Redutoras de Pressão (VRP), substituição de 24 km de redes antigas e de 9.000 ramais de água, assentamento de 8 km de redes novas e construção de três estações de bombeamento, modernização dos Booster Nações e Parque Real contribuindo também para eficiência energética.

A primeira grande obra foi a travessia da adutora de 800 milímetros de diâmetro do Reservatório Nações para o Real sobre o córrego Capela, que permitiu a regularização do abastecimento e, posteriormente, a gestão de perdas no município. A duplicação da capacidade do reservatório Inamar, agora com volume de 10 milhões de litros,  foi outra grande realização que permitiu melhoria significativa da distribuição de água. Essas ações permitiram regularizar o abastecimento para a população de toda a cidade, que sofria frequentemente com a falta de água, em especial no verão. Quando a Sabesp assumiu o município, o índice de perdas era 49% e em 2018 caiu para 34%, número que continua em constante queda.

“Na cidade, a economia foi em perda de água. Alcançamos o índice de 26% de redução de perdas de água, que chega a 1,5 bilhão de litros de água. Isso daria para abastecer a cidade inteira. Estamos economizando um recurso que é vida e cuidando do nosso futuro”, ressaltou o prefeito de Diadema, Lauro Michels.

O combate à perda de água faz parte de um programa contínuo da Prefeitura e da  Sabesp e é fundamental para a preservação desse recurso. O planejamento e a execução de obras para a ampliação do tratamento de esgoto contribuem para a recuperação e preservação dos corpos d´água, preservando o Meio Ambiente e melhoria a qualidade de vida das pessoas.

Durante o evento, a Van do Programa Córrego Limpo, que monitora a qualidade da água dos córregos despoluídos e promove conscientização socioambiental, demonstrou como as análises e os testes são feitos

Casa Ecológica - Museu da Vida – Outro evento comemorativo ao Dia Mundial do Meio Ambiente foi a inauguração da Casa Ecológica - Museu da Vida de Diadema. Mesmo com chuva, mais de 200 pessoas compareceram à abertura no sábado passado, 1/06. O novo espaço de educação ambiental, ao lado do Borboletário Municipal, vai receber o público em geral, principalmente estudantes. Na bioconstrução, haverá exposições de réplicas de animais e plantas, além de fósseis, pedras e objetos que ensinam sobre a origem do planeta e da vida. Segundo a secretária de Meio Ambiente de Diadema, Tatiana Capel, o Museu da Vida vai reforçar as ações de educação ambiental oferecidas pela Prefeitura, que só no ano passado, atingiram quase 27 mil pessoas. “Quando o nosso município investe e prioriza a educação ambiental, está lançando alicerces sólidos para a construção de uma cidade mais humana e sustentável”, disse Tatiana.

Crédito: Thiago Benedetti

Comente aqui