Data: 29/04/2021 13:51 / Autor: Redação / Fonte: ACE Diadema

Dia das Mães traz esperança ao comércio da região

ACE Diadema desenvolve campanha institucional para incentivar a população de Diadema a comprar no comércio da cidade


Por meio de campanha institucional, ACE Diadema incentiva o consumo local
Por meio de campanha institucional, ACE Diadema incentiva o consumo local

Crédito: ACE Diadema

No dia 18 de abril, o comércio de todo o estado de São Paulo voltou a abrir as portas mediante as regras da Fase de Transição do Plano São Paulo, prorrogada para até o dia 09 de maio. Porém, com a diminuição de casos, internações e mortes por Covid-19, o Estado aumentou o horário de atendimento presencial entre 06h e 20h, limitado a 25% de capacidade em comércios e serviços não essenciais, a partir do próximo dia 01.

Os comerciantes comemoraram a decisão, principalmente pela proximidade com o Dia das Mães – a segunda principal data para o comércio. “O setor está totalmente empenhado em criar ações que aumentem as vendas, e isso vai desde a promoções, descontos e facilidade no pagamento. Foram quase 40 dias fechados e acredito que somente as vendas referentes ao Dia das Mães não sejam capazes de recuperar os prejuízos sofridos, mas trará um importante fôlego (e animo) para o comércio nesta retomada”, disse o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Diadema, José Roberto Malheiro, que espera um aumento nas vendas de até 20%. Ele ainda salienta que os empresários que já estão no mundo on-line e vendem por meio de plataformas digitais comemorarão um índice ainda maior de vendas.

Contudo, a ACE Diadema está focada em incentivar o público a comprar dos empresários locais e, para tanto, lançou nas redes sociais da associação materiais institucionais: “Neste Dia das Mães você pode presentear em dobro. Compre em Diadema e prestigie uma mãe empreendedora da sua cidade”.

O município possui 11 grandes bairros e em todos existem mães empresárias lutando para fazer os negócios prosperarem, enfrentando todos os contratempos gerados pela pandemia. Elas se dedicam às suas famílias, filhos, casas e, ainda, são empreendedoras. “Por isso, precisamos incentivar essas mulheres. Ao consumir seus produtos e serviços, a população valorizará todos os seus esforços”, estimula Malheiro.

Mães e empresárias

Há 18 anos no comércio de rua, a sócio proprietária das Óticas Gold Vision, Dalva Messias Gomes, diz que o trabalho para o Dia das Mães começa nas negociações com os fornecedores. “Com isso, teremos condições de oferecer promoções imperdíveis. E para essa data, haverá descontos em toda a linha de lentes e armações voltada para as mães, além de sorteio de óculos solares”, declara Dalva, que espera um aumento de 20% no volume de vendas.

Também pensando no bem-estar e cuidados das mamães, a Carol Estética está com promoções em pacotes para “massagens modeladoras”, “massagens relaxantes” e “aplicação de vasinhos”; assim, tem expectativa de aumentar em 20% as vendas de tratamentos estéticos. “Atendemos basicamente o público feminino e nesta época do ano os nossos negócios crescem bastante. As mulheres estão preocupadas em se cuidar e valorizar a autoestima, por isso, os nossos vouchers tornam-se uma excelente opção de presente para quem quer agradar a mãe, a tia e, até mesmo, a avó”, detalha a proprietária Caroline Vicente da Silva.

Pensando no momento turbulento que muitas mães estão vivendo por conta das multitarefas que têm de desempenhar durante a pandemia de Covid-19 e, somado o isolamento social, a Clínica PsicoBelth preparou um projeto especialmente voltado para as mães. “Diante do cenário atual, desenvolvemos um tratamento que cuida da saúde mental das mamães. A finalidade é recuperar a autoestima, a independência emocional e o autoconhecimento”, explica a psicóloga Izabel Nascimento, que completa. “Para o Dia das Mães as nossas consultas estão com preços especiais, com direito a uma avaliação socioeconômica”. Segundo a psicóloga o objetivo é que no decorrer da vida, as mulheres possam estar em destaque e cuidando da sua saúde mental.

Comente aqui