Data: 02/09/2019 16:43 / Autor: Beatriz Lucas / Fonte: PMD

Centro de Convivência da Melhor Idade de Diadema comemora 23 anos

A festa foi agitada pelas músicas dos anos 60, 70 e 80 com discotecagem do Matéria Rima


Centro de Convivência da Melhor Idade de Diadema comemora 23 anos
Centro de Convivência da Melhor Idade de Diadema comemora 23 anos

Crédito: Thiago Benedetti

Na última sexta-feira, 30/08, o Centro de Convivência da Melhor Idade (CCMI) comemorou 23 anos de atividades. O evento, realizado no salão da Transitória Casa do Caminho, contou com a presença dos frequentadores do serviço e de autoridades como o vereador Márcio Junior e a responsável pela Coordenadoria da Mulher, Silvana Guarnieri.

“Este evento é mais que uma festa. É a celebração de uma política pública importante para o município. O CCMI é um Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Secretaria de Assistência Social e Cidadania que contribui para o envelhecimento saudável e ativo dos idosos”, ressaltou a secretária interina de Assistência Social, Caroline Rocha.

A festa foi agitada pelas músicas dos anos 60, 70 e 80 com discotecagem do Matéria Rima. Atualmente o CCMI conta com 500 pessoas cadastradas e 90 usuários que frequentam regularmente o espaço, sendo a maioria mulheres (92%), com idade entre 60 a 95 anos, viúvas, residentes no Centro de Diadema.

Isabel Pereira, de 66 anos, conta que não consegue ficar em casa vendo a vida passar. “É preciso curtir a vida. Investir em si mesmo, viajar, curtir, viver. Eu gosto muito de frequentar o CCMI”.

O CCMI é um órgão da Secretaria de Assistência Social e Cidadania que oferece aos idosos diversas oficinas como tricô, crochê, pintura em tecido, pintura de tela, patchwork (trabalho com retalhos), dança cigana e do ventre, zumba, carimbó e também atividades como tênis de mesa, ginástica com treino funcional e dominó.

“É um espaço para convivência, participação social, promoção de saúde e bem estar psicológico e social. É uma alegria comemorar essa data”, explicou o gerontólogo e coordenador do CCMI, Tiago Nascimento Ordonez.

Outras ações

Em 2018, a Prefeitura de Diadema, por meio da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, recebeu o Selo Inicial do Programa São Paulo Amigo do Idoso. Esta é uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo que tem como objetivo incentivar os municípios no desenvolvimento de ações que promovam a qualidade de vida dos idosos, premiando com uma certificação os que cumprirem progressivamente as etapas.

Além disso, a Educação de Jovens e Adultos (EJA) com horário matutino e vespertino é uma das novidades da Secretaria de Educação neste ano para o público idoso. Grande parte dos idosos encontra dificuldades para estudar no período da noite, e foi pensando nisso que a Prefeitura de Diadema atendeu uma demanda do Conselho Municipal do Idoso para atender este público.

Outra novidade é a Universidade Aberta às Pessoas Idosas (UAPI), da Unifesp, que atende 55 idosos do município.

CMI

O município conta com o Conselho Municipal do Idoso (CMI) que tem como objetivo auxiliar a Prefeitura a fiscalizar e melhorar a qualidade de vida dos idosos, dando espaço para que esta parcela da população seja ouvida. O CMI é um órgão de deliberação da política municipal do idoso e de fiscalização de entidades de atendimento, sendo um instrumento fundamental para o controle social das políticas voltadas ao idoso


Crédito: Thiago Benedetti

Comente aqui