Data: 22/09/2021 18:56 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Luiz Humberto Monteiro Pereira/AutoMotrix

Teste do Volvo XC40 Pure Electric - A favor da corrente

Primeiro modelo totalmente elétrico da Volvo Cars, o utilitário esportivo XC40 Pure Electric chega ao Brasil


Teste do Volvo XC40 Pure Electric
Teste do Volvo XC40 Pure Electric

Crédito: Tom Papp

A eletrificação é um fato consumado na indústria automotiva mundial – a partir de 2030, alguns países da Europa terão a produção de carros a combustão proibida. No Brasil, embora com certo atraso, a pauta está ganhando relevância. De acordo com a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), os 13.899 automóveis e comerciais leves eletrificados emplacados de janeiro a junho de 2021 representam 1,4% do total de 1.006.685 veículos comercializados no mercado interno no primeiro semestre, incluindo híbridos (HEV), com 8.065 unidades, híbridos plug-in (PHEV), com 5.102 unidades, e elétricos 100% a bateria (BEV), com 732 unidades. Contudo, em julho, os eletrificados já atingiram um “market share” de 2,2%. Desde maio deste ano, a Volvo se tornou a primeira marca de automóveis a comercializar somente modelos eletrificados no Brasil. O portfólio da fabricante sueca conta com cinco híbridos plug-in: os sedãs S60 e S90 e os utilitários esportivos XC90, XC60 e XC40. Agora, desembarca o primeiro automóvel Volvo 100% elétrico a estrear mundialmente, o XC40 Recharge Pure Electric. Apresentado mundialmente em outubro do ano passado, nos Estados Unidos, é oferecido nas concessionárias nacionais por R$ 389.950. As trezentas unidades disponibilizadas para a pré-venda há quatro meses foram comercializadas em apenas vinte dias e mais cento e cinquenta foram importadas. Pelos volumes iniciais, a liderança nacional entre os automóveis 100% elétricos parece uma questão de (pouco) tempo.

O XC40 Recharge Pure Electric tem dois motores P8 AWD, um posicionado em cada eixo. Combinados, geram 413 cavalos de potência e 67,3 kgfm de torque. Segundo a Volvo, a bateria de 78 kWh, distribuída no assoalho, oferece um alcance de mais de quatrocentos quilômetros com uma única carga – pode ser carregado em uma tomada convencional ou por meio de Wallbox. Com um sistema de carregamento rápido, a bateria recupera até 80% de sua capacidade em quarenta minutos. Em termos de performance, o SUV elétrico oferece aceleração de zero a 100 km/h em apenas 4,9 segundos – a partir da linha 2021, a velocidade máxima de todos Volvo é limitada eletronicamente em 180 km/h. Enquanto na versão híbrida do XC40 a tração é apenas frontal, na Pure Electric, é integral.

Em termos estilísticos, as diferenças em relação à versão híbrida do XC40 se limitam à grade frontal. Como as necessidades de refrigeração são menores, no XC40 Recharge Pure Electric, a tradicional grade preta dá lugar a uma placa sem buracos na cor da carroceria, que cumpre a função de abrigar a indefectível faixa diagonal cromada ostentando o logo da Volvo. De resto, é praticamente o mesmo “shape” do XC40 apresentado em 2018. Na frente, a luz diurna, posicionada dentro dos faróis, tem desenho em formato de “T” – o marketing da Volvo apelidou o desenho de “Martelo de Thor”, que tornou-se onipresente nos modelos da marca. Os faróis “full-led” contam com função anti-ofuscante (AHB), com o auxiliar de neblina também em leds. Os retrovisores são eletricamente rebatíveis e as rodas de alumínio são de 20 polegadas. Nas colunas traseiras, destaca-se a inscrição “Recharge”. Atrás, as lanternas verticalizadas de leds têm formato de bumerangue e são interligadas pelo aerofólio preto.

Por dentro, o painel de 12,3 polegadas está integrado com a central multimídia com tela de 9 polegadas sensível ao toque. Detalhes de acabamento em Cutting Edge Aluminium conferem um aspecto “techno” ao ambiente. Há soluções de armazenamento para vários gêneros de objetos, incluindo um compartimento frontal com o carregamento por indução para celulares. Com a retirada da motorização convencional, foi criado um nicho frontal de trinta e um litros, que serve para levar pequenos volumes. Já o porta-malas tem capacidade para 413 litros – a tampa do bagageiro tem abertura e fechamento elétrico com função “hands-free”.

Um dos destaques do XC40 Pure Eletric é o One Pedal Drive, um recurso similar ao apresentado pelo Nissan Leaf (no qual é chamado de ePedal) e adotado em outros veículos elétricos. Ao ser acionada, a tecnologia permite que a aceleração e a frenagem sejam feitas utilizando um único pedal. Tal funcionalidade amplia a regeneração de energia e a autonomia. Outro atrativo tecnológico do XC40 Pure Eletric é totalmente original: o sistema de infoentretenimento com sistema operacional Google Automotive Services, que integra o carro aos recursos da Google. O sistema usa o reconhecimento de voz com o Google Assistente para oferecer uma interação “mãos livres” ao motorista enquanto dirige, além de dar acesso aos aplicativos disponíveis via Google Play, como o Google Maps.

Em termos de assistências à condução, o XC40 Pure Eletric oferece a “câmera 360 graus” que, junto ao alerta de tráfego lateral e a frenagem automática, ajuda a evitar colisões em saídas e entradas de vagas de estacionamento. O elétrico da Volvo vem com sistema de alerta de mudança de faixa e aviso de ponto cego. O City Safety reconhece pedestres, ciclistas e animais de grande porte e pode frear e até esterçar o volante para evitar ou reduzir as consequências de uma colisão. O veículo traz ainda sensores e câmeras de monitoramento das faixas das vias e um sistema que comanda a aceleração e a frenagem em relação ao carro da frente. Há também o Volvo On Call, um serviço de segurança, proteção e conveniência já oferecido em outros modelos da marca e que presta assistência vinte e quatro horas e auxílio de emergência.

Quem comprar o XC40 Pure Eletric até o fim do ano leva como brinde quatro anos de serviços online, bem como o Wallbox para recarga doméstica, com instalação incluída. E as novidades elétricas da Volvo não ficarão por aí – em 2022, chegará ao Brasil o C40, a variante cupê do XC40.

EXPERIÊNCIA A BORDO
Falar é fácil
Dentro do estilo do moderno design automotivo escandinavo, o característico layout limpo e sem brilhos excessivos ressalta os belos detalhes estéticos do XC40 Pure Electric. Os revestimentos sofisticados e em padronagens elegantes agradam tanto à visão quanto ao tato. O ar-condicionado dual zone permite obter temperaturas diferenciadas em cada lado do veículo e os bancos elétricos revestidos em microtech reforçam o conforto.

Contudo, o inegável destaque do interior do XC40 Pure Eletric é seu infoentretenimento com o inédito sistema operacional Google Automotive Services. Tem uma interface amigável e busca oferecer ao motorista a mesma experiência a que ele está acostumado com seu smartphone, com recursos de reconhecimento de voz oferecem fácil acessibilidade sem ter de usar as mãos. É possível controlar a temperatura, definir um destino, tocar a música e podcasts e até enviar mensagens – tudo apenas por comando de voz.

IMPRESSÕES AO DIRIGIR
Fora do normal
Santo Antônio da Patrulha/RS
- Visto de fora, o Volvo XC40 Pure Electric parece um carro convencional. Mas passa longe disso, algo que fica evidente desde o primeiro contato. Para ligar um veículo, normalmente, o motorista procura um local para enfiar a chave de ignição ou um botão de partida. O elétrico da Volvo não tem nem uma coisa nem outra. É ligado automaticamente no momento em que o condutor entra com a chave no bolso, afivela os cintos e seleciona o câmbio na posição “D”. Para desligar, basta colocar o câmbio na posição “P” e sair do veículo. Também diferente do padrão é o One Pedal Drive. Com ele ativado, a aceleração e frenagem são feitas em um único pedal. Para acelerar, é só pressionar o pedal e, para frear, basta aliviar a pressão no acelerador. Em frenagens de emergência, pisar no freio da forma convencional garante paradas rápidas e eficientes.

De resto, a própria performance dinâmica do SUV elétrico é bastante diferenciada. Uma característica que realmente impressiona no XC40 Pure Eletric são suas retomadas de velocidade. Nas ultrapassagens, basta uma pisada forte e o torque instantâneo – característico dos modelos elétricos – permite acelerar de 60 a 120 km/h em cerca de três segundos. Tal capacidade de aceleração só igualada pelos motores a combustão turbinados de modelos esportivos. A direção elétrica é bem calibrada e o centro de gravidade, baixo – o peso das baterias que ficam sob o assoalho ajuda a “grudar” o SUV no chão nas curvas. E o isolamento acústico está acima da média dos normalmente silenciosos veículos elétricos.

Como é comum em veículos elétricos, a autonomia do XC40 Pure Eletric cai nas estradas, principalmente em velocidades médias acima dos 100 km/h. O uso do One Pedal Drive aprimora a regeneração de energia, mas a tecnologia do “pedal único” funciona melhor no “para e anda” do trânsito urbano. Em trajetos rodoviários, nas velocidades mais elevadas, qualquer oscilação da pressão no pedal do acelerador – natural depois de algum tempo de estrada – gera uma variação instantânea na velocidade, algo que transmite um certo desconforto aos ocupantes do carro. Nas estradas, é melhor desativar o One Pedal Drive e usar o acelerador e o freio da forma tradicional. Assim, o conforto do passeio fica garantido.

FICHA TÉCNICA
Volvo XC40 Pure Eletric
Motor: dois elétricos P8 AWD, um em cada eixo, bateria de 78 kWh
Tração: AWD (integral)
Potência: 300 kW / 413 cavalos
Torque: 67,3 kgfm
Câmbio: automático com uma marcha
Suspensão: independente MacPherson na dianteira e independente multibraços na traseira
Pneus e rodas: rodas de alumínio de 20 polegadas (R135) com pneus 235/45 dianteiros e 255/40 traseiros
Freios: discos ventilados na frente e discos sólidos atrás
Peso: 2.118 quilos
Dimensões: 4,42 metros de comprimento, 1,86 metro de largura, 1,65 metro de altura e 2,70 metros de entre-eixos
Porta-malas: 414 litros
Preço: R$ 389.950

Comente aqui