Data: 27/09/2020 17:56 / Autor: Ane Caroline / Fonte: ABCdoABC

UFC: Borrachinha fica só na provocação e é nocauteado

Israel Adesanya defende cinturão e continua invicto


Crédito: Josh Hedges

Neste sábado (26), a luta principal do UFC teve disputa de cinturão com o brasileiro Paulo Borrachinha contra Israel Adesanya. Ambos estavam invictos na categoria, e a luta prometia ser a melhor do ano.

No octógono, porém, vantagem absoluta de Adesanya. O brasileiro não vinha bem na luta, mas provocava muito o adversário, até que aos 3m59s do segundo round foi derrubado e declarado nocaute técnico. O nigeriano defendeu o cinturão com sucesso, e ainda aplicou a primeira derrota de Borrachinha em 14 lutas.

Na outra disputa de cinturão da noite, mais um nocaute técnico. Blachowivcz venceu o norte-americano Reyes aos quatro minutos do segundo round, derrubando-o o com um soco no rosto. O polonês ficou com o cinturão da divisão peso meio-pesado, sem dono desde que Jon Jones abriu mão do mesmo em agosto.

KETLEN VIEIRA

A brasileira Ketlen Vieira também lutou no card principal e venceu a norte-americana Sijara Eubanks, que vinha embalada em uma sequência de duas vitórias. A luta foi morna, sem grandes acontecimentos, e a brasileira levou a vitória por decisão unânime dos jurados.

ESTREIA

O brasileiro Danilo Marques fez sua estreia na categoria, e foi logo a primeira luta da noite. Com pressão e domínio de Danilo durante boa parte da disputa, o brasileiro venceu ao final dos três rounds por decisão unânime.

MAIS UMA DERROTA PARA O BRASIL

Além da derrota de Borrachinha na luta principal, Alex da Silva também foi derrotado na luta de encerramento do card preliminar. O brasileiro até tomou a iniciativa e se saiu melhor no começo da disputa, porém foi superado no segundo e terceiro rounds e o neozelandês Riddell levou a melhor por decisão unânime. Alex amarga a segunda derrota em três lutas pela categoria.

Comente aqui