Data: 20/01/2020 15:27 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

Para Tabata Amaral, é 'injusto' prazo para correção da nota do Enem

A deputada federal Tabata Amaral (PDT) classificou como "injusto" o plano do MEC de iniciar amanhã, 21, as inscrições no Sisu, mesmo com relatos de inconsistência na redação do Enem


A deputada Tabata Amaral defende a prorrogação do prazo para pedir correção das notas do Enem
A deputada Tabata Amaral defende a prorrogação do prazo para pedir correção das notas do Enem

Crédito: Reprodução

"É injusto começarem amanhã as inscrições no Sisu para ingresso nas universidades, enquanto não há segurança sobre as notas", escreveu a deputada. "O prazo para pedir a correção foi muito curto, precisa ser prorrogado. Muitos candidatos ainda não tinham conhecimento do problema com as notas."

No sábado, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, afirmou que se estima que um número inferior a nove mil candidatos tenham sido afetadas por correção equivocada durante o Enem. O número, contudo, pode ser maior, uma vez que mais relatos de inconsistências começam a surgir.

Para a parlamentar, falta "sensibilidade e humildade ao MEC". "É hora de pensar no drama dos candidatos e não na imagem do Governo. Isso é um absurdo!", postou Tabata.autos da Justiça Federal para a Justiça estadual de São Paulo.


Comente aqui