Data: 07/07/2016 08:24 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

São Paulo perde na Libertadores

Jogadores do São Paulo tentam manter o otimismo após derrota para o Atlético Nacional


Agora só resta ao São Paulo acreditar. Esse foi o discurso dos jogadores após a derrota por 2 a 0 para o Atlético Nacional, no Morumbi, na noite desta quarta-feira. É claro que todos reconhecem que a situação final está bastante complicada, mas o esforço é para não entregar os pontos antes da segunda partida, semana que vem, em Medellín, na Colômbia.

O goleiro Denis foi um dos que procuraram, logo após a partida, manter uma ponta de otimismo. "Sabemos que vai ser difícil (reverter a desvantagem), mas desacreditar, nunca!", disse o jogador.

"Como eles fizeram dois gols aqui, temos condições de ir lá, fazer dois e depois ir para a final. O sonho não acabou ainda." Para ele, o que dificultou a vida do São Paulo foi a forte marcação dos colombianos. "A equipe deles marcou muito bem."

O meia Wesley também reconheceu que ficou difícil para o São Paulo. Entende, no entanto, que não é momento de desânimo. "Agora é ter paciência. Ficou complicado, mas temos de ter paciência e trabalhar."

Claro que também sobrou a arbitragem, por causa da expulsão do zagueiro Maicon. Os são-paulinos consideraram que o juiz argentino Mauro Vigliano foi muito rigoroso ao dar cartão vermelho para Maicon pelo desentendimento com Borja. "Não foi para expulsão. É muito estranho dar vermelho para nós e amarelo para eles", disse o volante João Schmidt.

Comente aqui