Data: 06/07/2022 22:06 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

Ronaldo cria produtora de conteúdo, lançará documentários e cobrirá Copa do Catar

Fenômeno vai aproveitar o acesso que tem dentro da Fifa para produzir conteúdos que só ele seria capaz


Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Ronaldo Fenômeno administra o Cruzeiro e o Valladolid, da Espanha, faz lives com frequência na RonaldoTv, seu canal na Twitch, tem seu próprio podcast, Fenômenos, é dono de uma startup de finanças e de outros empreendimentos e agora acaba de lançar uma produtora de conteúdo, a Beyond Films, que pertence à Oddz Network, uma holding (que tem participação acionário em outras empresas) cujo ex-jogador é o principal acionista. Como fazia nos gramados, ele tem ganhado experiência, estofo e aprendido a se posicionar cada vez melhor como empresário. Não é de hoje que Ronaldo mostra essa característica, como contou o Estadão no ano passado sobre a vida de empresário do jogador. Já estão planejados o lançamento de dois documentários e uma "megacobertura" da Copa do Mundo do Catar.

Ronaldo vai aproveitar o acesso que tem dentro da Fifa para produzir conteúdos que só ele seria capaz. O plano é conversar com astros do futebol mundial e fazer análises das partidas da competição. Os vídeos estarão disponíveis na RonaldoTv. "Se ele encontrar o Zidane, por exemplo, no hotel da Fifa, vamos ter a possibilidade de gravar um papo entre os dois", exemplifica Marco Antônio Araújo, CEO da Beyond Films.

No início de 2021, Ronaldo inaugurou a Oddz Network, junto com os sócios Eduardo Baraldi, Otávio Pereira e Gabriel Lima, este dono de ações minoritárias atualmente. A empresa agrega os negócios do ex-atleta em mídia e entretenimento em atividades que vão além das realizadas pela agência de marketing esportivo e entretenimento Octagon, também de propriedade do ex-atacante.

Atuando em novos formatos de entretenimento, a Odzz trabalha com temas como big data, games, eSports, gestão e experiências esportivas, tecnologia e produção de conteúdo audiovisual. Neste ano, haverá uma rodada de investimentos no mercado que permitirá que investidores comprem 15% do negócio. A ideia é receber aportes somados de até R$ 200 milhões, o que faria o grupo ser avaliado em mais de R$ 1 bilhão.

A Beyond Films existe desde 2019, mas havia ficado paralisada, com projetos engavetados. Eles saíram do papel e a empresa, que tem Bruno de Luca, Cacá Ferrari e Vitor Rios como sócios, foi reativada em maio deste ano. "O Ronaldo já produzia conteúdo. Nesse caso, o filho nasceu antes da mãe", conta Araújo. Ele fez essa afirmação porque a Ronaldo TV e o Fenômenos Podcast, que são produtos da Beyond, já existiam antes do lançamento da produtora audiovisual.

Ao criar sua produtora, uma startup de mídia e conteúdo, Ronaldo repete um modelo que existe nos Estados Unidos com outros atletas, como LeBron James e Kevin Durant, astros da NBA. Nessa experiência, eles estão à frente do negócio, participam e lucram com os conteúdos produzidos e vendidos.

Ronaldo, segundo as pessoas que trabalham com ele, sócios ou colaboradores, tem a ambição de ser um dos principais empresários do mundo e alcançar sucesso parecido com o que teve nos gramados. Está cada vez mais conectado às novas tecnologias e aberto às possibilidades. Ele é dono de empresas de segmentos diferentes, mas que se conectam à sua história.

"O Ronaldo é um cara super participativo. Ele coloca a mão, participa de reuniões, do dia a dia da empresa. Eu diria que o Ronaldo está na fase mais produtiva da carreira dele desde que deixou os gramados", afirma o executivo, que trabalha com Ronaldo há quase um ano. "É o Ronaldo gestor e o Ronaldo produtor de conteúdo. Ele está na frente das câmeras produzindo conteúdo e ao mesmo tempo está fazendo toda gestão da empresa".

DOCUMENTÁRIOS

A produtora lançará dois documentários em breve: um sobre parte da carreira do próprio Ronaldo, com imagens inéditas entre 1998 e 2002, quando ele protagonizou uma reviravolta pouco vista na história do esporte, e outro que vai abordar os bastidores da temporada do Cruzeiro, que encaminha sua volta para a primeira divisão - lidera a Série B do Brasileiro em sua terceira temporada na Segundona.

O primeiro a que o público terá acesso será o documentário sobre a carreira do Fenômeno, uma vez que o projeto está na fase final de produção, com mais de 90% das entrevistas feitas. Para os mais novos, Ronaldo festejou no dia 30 de junho, 20 anos da conquista do penta, quando fez os dois gols na vitória sobre a Alemanha na final da Copa do Mundo de 2002. O conteúdo estará disponível em outubro. "Posso dizer que terão revelações inéditas do Ronaldo e imagens raríssimas que o público brasileiro nunca viu", adianta Araújo.

Sobre o Cruzeiro, a ideia é exibir em uma série documental a saga do time em campo com o objetivo de retornar à elite do futebol brasileiro e também o trabalho de reestruturação do clube sob o comando de Ronaldo, com as dificuldades que o gestor encontrou ao comprar 90% da SAF (Sociedade Anônima do Futebol), incluindo a saída do ídolo Fábio, as divergências com os conselheiros e, principalmente, o cenário caótico em relação às finanças, com uma dívida que supera R$ 1 bilhão. A produção poderá ser vista em janeiro de 2023.

"A produção vai ter um olhar amplo sobre a reconstrução não só do Cruzeiro, mas do futebol brasileiro nessa era das SAFs. Vai abordar esse cenário tendo o Cruzeiro como fio condutor, com entrevistas com outros gestores também", explica.

Comente aqui