Data: 23/05/2022 15:07 / Autor: Redação / Fonte: Escola Parlenda

Pedagogos italianos vêm ao Brasil debater a importância do protagonismo infantil

Seminário internacional trará relatos de experiências da cidade italiana Reggio Emilia para contribuir com a educação das crianças brasileiras


Protagonismo infantil
Protagonismo infantil

Crédito: Divulgação

Educadores italianos vêm ao Brasil no dia 4 de junho participar do III Seminário  Internacional - Ler o Mundo e a Palavra: contribuições da abordagem Reggio Emilia para pensar a linguagem escrita. O evento, organizado pela Escola Parlenda, reunirá profissionais da educação e  pedagogos italianos  para refletir sobre a importância do protagonismo das crianças no processo de alfabetização da escrita e de múltiplas linguagens. 

A abordagem Reggio Emilia nasceu após o término da Segunda Guerra Mundial e foi guiada pelo pedagogo Loris Malaguzzi, na Itália, disseminando-se pelo mundo. A abordagem defende a criança como um ser pensante, potente, capaz, que atua, é respeitada e exerce seu potencial imaginativo, sendo provocada a descobrir o mundo.

Nesse processo, a escola tem o papel de apoiar cada criança na sua individualidade, propiciando vivências em um contexto educativo que privilegia as relações e o tempo para que cada criança aprenda a partir de seu próprio ritmo.

Nessa perspectiva, a escola é entendida como comunidade de aprendizagem, formada não apenas pelos professores, mas também pelas crianças, seus familiares e a própria cidade. 

Processo de alfabetização sem cópias, ditados ou cadernos de caligrafia

Ao contrário da educação tradicional, o processo de alfabetização pela abordagem Reggio Emilia não tem tarefas como copiar letras do quadro ou fazer cadernos de caligrafia. O entendimento é de que a criança está realizando o processo de alfabetização em várias linguagens, como a linguagem do corpo, da gráfica, da escrita, das emoções, sendo que tudo está associado com outros aprendizados. “As crianças vão se deparar com a linguagem escrita em situações reais e que façam sentido para elas, seja na manipulação diária de livros, nas brincadeiras com o alfabeto móvel nas quais elas percebem as letras do próprio nome, nos primeiros contatos com poesia, canto, histórias com rima e até na culinária”, informa a coordenadora pedagógica da Escola Parlenda, Ana Julia Rodrigues.

Formação com pedagogos italianos

O seminário, organizado pela Escola Parlenda, prevê formação com os pedagogos italianos que irão  compartilhar relatos e imagens das escolas italianas. Será um momento de troca de experiências sobre o processo de alfabetização, a importância da autonomia da criança, bem como o papel do professor, que é aquele que desafia, pergunta e tem escuta atenta e não mais aquele transmissor e único detentor do conhecimento. “É uma mudança na forma de compreender como acontecem os processos de ensino e aprendizagem e que está em sintonia com as crianças do século 21”, aponta a diretora da Escola Parlenda, Sonia Sillas. 

O evento vai trazer nomes de referência da pedagogia Reggio Emilia, como os pedagogos italianos Andrea Pagano e Roberta Prandi. Andrea Pagano é formado em Pedagogia pela Universidade de Modena e Reggio Emilia e é responsável pelo desenvolvimento das competências dos professores e da pesquisa em educação infantil em projetos internacionais.

Já Roberta Prandi é formada em Pedagogia pela Universidade de Parma e Consultora Sistêmica Relacional e trabalhou como professora nas escolas e creches públicas de Reggio Emilia por 20 anos. Atua com a formação de professores e é responsável pela elaboração de percursos formativos para docentes de escolas municipais, federais e privadas.

Além das palestras, os participantes também vão visitar os espaços e contextos investigativos da Escola Parlenda, onde vão se deparar com a proposta pedagógica, bem como uma programação cultural. “A escola é lugar das relações e o seminário também tem esse propósito de aproximar e fazer conexões entre pessoas que acreditam na educação centrada na criança”, conclui a diretora da Escola Parlenda.

SERVIÇO
III Seminário Internacional Ler o Mundo e a Palavra - contribuições da abordagem Reggio Emilia para pensar a linguagem escrita

LOCAL: Escola Parlenda (Rua João Batista Dallarmi, 817 - Curitiba/PR)
HORÁRIO: 8h às 14h
VALOR: R$ 180,00
Evento com certificado de participação
INSCRIÇÕES: https://bit.ly/3svwCWi

Comente aqui