Data: 13/01/2020 12:57 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

Oscar 2020: brasileiro “Democracia em Vertigem” é indicado ao Oscar de Melhor Documentário

Filme de Petra Costa retrata a polarização política do Brasil e o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff


A produção brasileira Democracia em Vertigem foi indicada ao Oscar 2020 na categoria Melhor Documentário. O filme, dirigido por Petra Costa, retrata a polarização política do Brasil e o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. "O projeto foi crescendo na minha cabeça. Era preciso voltar à rua, seguir o processo no Congresso, documentar o que estava se passando no País. Só que para isso tive de voltar às greves do ABC. E, filmando os acontecimentos, dei-me conta do isolamento no Planalto Central. Voltei a Juscelino (Kubitschek) e à construção de Brasília. E, nem assim, o filme me parecia completo. Veio o novo processo eleitoral, a candidatura de (Jair) Bolsonaro", disse ela ao Estado durante o lançamento do longa-metragem, disponível na Netflix.

LEIA TAMBÉM
Oscar 2020: confira os filmes indicados

Depois que A Vida Invisível, de Karim Aïnouz, indicado para melhor filme internacional, ficou fora da shortlist, o único representante brasileiro era o longa de Petra Costa. 

O filme adota o formato da narrativa em primeira pessoa, o que Petra já adotara em Elena, sobre o trágico suicídio de sua irmã. A questão agora é saber quais são as reais chances de Edge of Democracy – título em inglês – no prêmio. Nos últimos anos, o Oscar de documentário tem privilegiado questões ambientais, o que pode favorecer Honeyland, da Macedônia, sobre uma cultivadora de abelhas.

O filme inclui imagens do atual presidente Jair Bolsonaro como um político que se aproveitou do processo de impeachment para alcançar notoriedade.

CONCORRENTES

Outros quatro filmes disputam o Oscar com Democracia em Vertigem. Produzido por Barack e Michelle Obama, American Factory retrata a compra de uma antiga indústria da GM, em Ohio, por uma companhia chinesa. Os postos de trabalho de fato reaparecem, com os norte-americanos voltando a seus empregos. E mesclando-se a centenas de chineses que chegam para implantar o sistema de trabalho chinês em terras americanas.

Dois filmes que concorrem a Melhor Documentário falam sobre mulheres em zonas de conflito. The Cave retrata uma médica que comanda um hospital em uma caverna na Síria, onde também se passa For Sama, que conta a história de uma moça que se casa e engravida em meio à guerra civil.

Exibido na Mostra Internacional de São Paulo em 2019, Honeyland é sobre Hatidze, uma mulher de 50 e poucos anos, que cuida de uma colônia de abelhas em uma vila isolada na Macedônia.

Cena de 'Democracia em Vertigem'
Cena de 'Democracia em Vertigem'

Crédito: Reprodução Netflix

Comente aqui