Data: 11/10/2019 16:18 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

Nike fecha grupo de treinamentos de técnico de atletismo suspenso por doping

A Nike anunciou nesta sexta-feira o fechamento do grupo de treinamentos que era dirigido por Alberto Salazar após ele ser suspenso por quatro anos em razão do envolvimento com doping


Nike fecha grupo de treinamentos de técnico de atletismo suspenso por doping
Nike fecha grupo de treinamentos de técnico de atletismo suspenso por doping

Crédito: Divulgação

Ao mesmo tempo, a gigante do material esportivo manteve o seu apoio ao técnico de atletismo.

Na semana passada, a Agência Antidoping dos Estados Unidos considerou Salazar culpado pela condução de experimentos com suplementos e testosterona - se buscava descobrir quanto tempo levava para que as substâncias não aparecessem em exames antidoping -, além de traficar testosterona. O veredicto não envolveu diretamente os corredores do Projeto Oregon da Nike. Mas a empresa tomou a decisão de cancelar o programa, que começou em 2001.

Salazar, de 61 anos, negou repetidamente estar envolvido em esquemas de doping. A Nike apoia sua intenção de recorrer da sanção. Enquanto isso, ele não poderá treinar e sua credencial foi revogada no meio do Mundial de Atletismo na semana passada

"Esta situação com insinuações sem fundamento e afirmações não corroboradas se tornou um fardo injusto para os atuais atletas do OP (as iniciais do projeto em inglês)", disse a Nike, nesta sexta-feira, em comunicado. "Isso vai contra o objetivo da equipe. Então tomamos a decisão de encerrar o Projeto Oregon, para que os atletas possam se concentrar em suas necessidades de treinamento e competição".

Os atletas do Projeto Oregon incluíam Donovan Brazier, o primeiro norte-americano a ganhar o título mundial dos 800 metros, e Sifan Hassan, a holandesa que na semana passada se tornou a primeira mulher que conquistou a vitória nos 1.500m e 10.000m em um mesmo campeonato mundial ou Jogos Olímpicos. "Ajudaremos todos os nossos atletas nessa transição escolhendo o melhor treinamento para eles", disse a Nike.

A Maratona de Chicago será no domingo, e o Projeto Oregon tinha dois corredores na competição: Jordan Hasay e Galen Rupp, junto a Mo Farah, que foi dirigido por Salazar até 2017.

A Nike também fechou o portal da internet do Projeto Oregon, que detalhava como Salazar e Tom Clarke fundaram o programa em 2001, depois de criticarem os maus resultados de atletas norte-americanos nas provas de fundo. Clarke é o atual presidente de inovação da Nike.

Comente aqui