Data: 27/10/2020 19:11 / Autor: Izabel Rufino / Fonte: Agência Brasil

Morre piloto do helicóptero da Força Nacional de Segurança Pública

Após quase 20 dias da queda da aeronave no Mato Grasso, Renato de Oliveira Souza teve problemas pulmonares e faleceu


Renato de Oliveira Souza tinha 55 anos
Renato de Oliveira Souza tinha 55 anos

Crédito: Força Nacional/Divulgação

Na madrugada desta terça-feira (27), o agente especial da Polícia Civil do Distrito Federal e piloto do helicóptero da Força Nacional de Segurança Pública que caiu em Poconé (MT), Renato de Oliveira Souza, faleceu. O acidente ocorreu no último dia 8 e aeronave contava com três tripulantes a bordo.

Renato tinha 55 anos e estava na Força Nacional desde 2016. Ele havia sido enviado para ajudar no combate aos incêndios que, nos últimos meses, destruíram parte do Pantanal. Inclusive, o helicóptero caiu enquanto auxiliava nos esforços conjuntos para apagar as chamas.

Após a queda, Souza passou uma cirurgia na coluna e recebeu alta no dia 21, porém na noite de segunda-feira (26) começou a sentir uma súbita falta de ar, e não resistiu. Os médicos suspeitam que a morte foi causada por tromboembolismo pulmonar. Por fim, o Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal lamentou nas redes sociais a morte do piloto.

Comente aqui