Data: 21/06/2022 09:25 / Autor: Redação / Fonte: ABCdoABC

Indústria do jogo permanece focada em mobile e continua a superar PCs e outras plataformas


Crédito: Reprodução

Nos últimos dois anos, com quarentenas e lockdowns impostos em todo o mundo, a indústria dos jogos de azar, um dos passatempos mais populares do mundo, foi severamente impactada, resultando em cassinos convencionais e outros estabelecimentos de jogo ao redor do mundo tendo de suspender as atividades. 

De acordo com pesquisas recentes, as plataformas de jogo online conseguiram prosperar durante esse período e atrair novos clientes, resultando em um aumento de cerca de 300% nas receitas.

A popularização das plataformas mobile é um dos principais fatores que ajudaram nesse crescimento. Como resultado dos recentes avanços tecnológicos, os desenvolvedores começaram a se concentrar em jogos compatíveis com dispositivos móveis e na responsividade de suas plataformas, permitindo que os jogadores apreciem os jogos mais populares em qualquer dispositivo móvel.

Graças ao aprimoramento da tecnologia móvel na última década, o mercado móvel tornou-se um dos setores mais importantes da indústria de jogos, especialmente se observarmos que o número de smartphones no Brasil é maior que a população do país (cerca de 250 milhões de smartphones contra 214 milhões de habitantes). Com isso, os celulares vêm se tornando a principal plataforma para jogos (sejam videogames ou jogos de azar), ultrapassando meios tradicionais como PCs e consoles.

Durante muito tempo, as pessoas desconfiaram do jogo online, temendo golpes, fraudes e outras atividades hostis. A introdução de mecanismos de segurança de alta tecnologia, no entanto, tornou estas plataformas consideravelmente mais seguras, e sua reputação cresceu ano após ano. E a entrada da tecnologia móvel nesta indústria beneficiou jogadores em todo o mundo de várias maneiras.

A indústria mobile e os games

A criação do smartphone desencadeou um boom nos jogos para celular que transformou fundamentalmente a indústria. Já era possível jogar em celulares mais antigos e rudimentares, como os infames tijolos da Nokia - a maioria de nós passou inúmeras horas jogando Snake naquelas minúsculas telas verdes - mas os smartphones mudaram drasticamente a maneira como jogamos.

Antes disso, os consumidores precisavam comprar um determinado hardware (um novo console ou uma placa de vídeo mais potente) e dedicar algum tempo para jogar um jogo específico, o que limitava o mercado àqueles dispostos a investir tempo e dinheiro. No entanto, com o advento dos smartphones, os jogos tornaram-se facilmente disponíveis em nossos bolsos, e o mercado se expandiu para abranger qualquer pessoa com alguns minutos para matar entre reuniões, aulas ou na sala de espera do médico.

Atualmente, não se trata apenas de uma plataforma móvel disponível no mercado, mas sim de um dispositivo que a maioria de nós já possui por motivos não relacionados aos jogos. Guardadas as devidas proporções, seria o equivalente a comprar uma mesa de jantar com um tabuleiro de Banco Imobiliário embutido. Além de ser um novo meio de jogo incrível para os jogadores, é uma vitória clara para desenvolvedores, operadores de jogos de azar e até mesmo varejistas.

Os smartphones simplesmente alavancaram o conceito de jogo móvel, criando um dos maiores mercados do mundo atualmente, e dando origem a uma tendência que já permeou todas as camadas da sociedade.

Disponibilidade total

Atualmente, fazemos tudo em nossos celulares, desde conversar com amigos até compras de imóveis e investimentos. Eles estão constantemente em nossos bolsos e nunca saímos de casa sem eles. Consequentemente, era lógico que os jogos se tornassem parte disso. Os operadores online começaram a introduzir plataformas compatíveis com dispositivos móveis há alguns anos, nos permitindo acessar jogos clássicos e até mesmo participar de torneios de poker.

Muitos operadores, no entanto, lançaram seus próprios aplicativos móveis nos últimos anos, enfatizando o acesso e a navegação simples, o desempenho impecável e a capacidade de apreciar qualquer jogo em qualquer dispositivo móvel, desde jogos clássicos de cartas à apostas esportivas.

A maioria desses aplicativos está disponível nas lojas de aplicativos Android e iOS, além de funcionarem em praticamente todos os dispositivos portáteis do mercado atual, incluindo smartphones e tablets. Os jogadores podem usar esses aplicativos para jogar, acessar bônus e promoções, fazer depósitos e saques, pesquisar perguntas frequentes e entrar em contato com o atendimento ao cliente.

O futuro da indústria

Como a indústria dos jogos está sob constante pressão, os desenvolvedores estão sempre competindo para criar a próxima grande novidade. Há muito tempo se fala sobre realidade virtual, mas seu apelo universal e acessibilidade ainda estão em dúvida. Embora poucas pessoas tenham adotado esta tecnologia, a realidade virtual tem o potencial de se tornar dominante em seu nicho se a tecnologia for aprimorada e se tornar mais acessível para indivíduos de todos os níveis de renda.

Os jogos em multi-tela não são novidade, mas com o crescimento das mídias sociais e da computação em nuvem, mais pessoas querem que os jogos sejam uma experiência social que não seja restrita pela localização física dos jogadores. Jogos baseados em nuvem, jogos destinados a serem jogados em uma tela grande e pequena ao mesmo tempo e jogos projetados para serem transferidos sem problemas de um dispositivo para outro podem ter um impacto significativo no mercado nos próximos anos.

Comente aqui