Data: 03/03/2021 16:00 / Autor: Redação / Fonte: EMBRAPII

Indústria automotiva terá quatro novos centros de pesquisa para inovar com o Rota 2030

Grupos de pesquisadores foram selecionados pela EMBRAPII para atuarem em parceria com empresas. O setor terá disponível cerca de R$ 11milhões não reembolsáveis para PD&I


Quatro grupos de pesquisa foram selecionados e serão credenciados pela Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) para desenvolver projetos de inovação na área de mobilidade e logística em parceria com empresas da cadeia automotiva. As novas Unidades EMBRAPII vão atuar no âmbito do Programa Rota 2030 e contarão com cerca de R$ 11 milhões não reembolsáveis para apoiar o desenvolvimento tecnológico e a competitividade das empresas nacionais.

A EMBRAPII é uma organização social que tem como missão fomentar a inovação da indústria brasileira. A Instituição investe até 1/3 do valor do projeto de inovação com recursos não reembolsáveis e faz a ponte entre a indústria e centros de pesquisa com profissionais capacitados para ajudar a empresa a superar seu desafio tecnológico.

“Estamos vivendo um momento de remodelação da forma como as pessoas se locomovem, demandas relacionadas a tecnologias verdes e conectividade crescem ano após ano. Para a indústria automotiva atender essa tendência de mercado, é necessário inovar. As Unidades EMBRAPII têm competência técnicas para contribuir nesse processo”, destaca Carlos Eduardo Pereira, diretor de Operações da EMBRAPII.

As novas unidades vão atuar nas áreas de Powertrain elétrico e híbrido a biocombustíveis; materiais avançados; compósitos e nanocompósitos, além de inovações de transmissão de potência. A meta é desenvolver 36 projetos e gerar cerca R$ 35 mi em projetos de inovação, uma vez que o modelo de atuação da EMBRAPII prevê o co-investimento do setor empresarial (no mínimo de 1/3) e recursos não financeiros da Unidade EMBRAPII (mão de obra, equipamentos de ponta e pagamento de hora-homem).

Em seis anos de atuação, a EMBRAPII apoiou 120 empresas com o desenvolvimento de 84 projetos na área de mobilidade, que somam R$ 97 milhões. Há um ano, passou a coordenar o Programa de Mobilidade do Rota 2030, política do governo federal que traça linhas para o futuro da mobilidade e que tem como objetivo contribuir com a inserção global da indústria automotiva brasileira.

O programa da EMBRAPII garante recursos para a modernização da indústria e a partir do desenvolvimento de projetos de PD&I. As quatro novas unidades Embrapii foram selecionadas entre 13 propostas apresentadas por grupos de pesquisas de todo o país. Elas se juntam a outras 28 Unidades EMBRAPII na Rede de Inovação em Mobilidade Rota 2030 para atender projetos de mobilidade e logística. Ao todo, a EMBRAPII conta com 65 unidades.


Comente aqui