Data: 14/06/2021 14:41 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

GLP sobe antes do ajuste da Petrobras e volta a custar até R$ 125 o botijão 13 kg

Antes de entrar em vigor o aumento de 5,9% do Gás Liquefeito de Petróleo, anunciado dia 11 pela Petrobras, o preço médio do gás de cozinha (botijão 13 kg) subiu de R$ 85,27 para R$ 85,63


O preço mínimo de venda ao consumidor é R$ 64,00 na Região Sudeste e o mais alto R$ 125,00 no Centro-Oeste.
O preço mínimo de venda ao consumidor é R$ 64,00 na Região Sudeste e o mais alto R$ 125,00 no Centro-Oeste.

Crédito: Reprodução

O valor máximo de comercialização, na semana de 6 a 12 de junho, voltou para o patamar de R$ 125,00, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O preço mínimo de venda ao consumidor é observado na Região Sudeste (R$ 64,00), e o mais alto (R$ 125,00) no Centro-Oeste.

Nesta segunda-feira, 14, passa a valer o novo preço do GLP nas refinarias da empresa, R$ 0,19 mais caro, elevando o preço por quilo para R$ 3,40, o primeiro aumento da gestão do general Joaquim Silva e Luna na presidência da Petrobras.

De acordo com o reajuste da Petrobras, o novo preço médio para o botijão 13 kg passa a ser de R$ 44,20 nas refinarias.

Ao valor, porém, é adicionada a fatia da distribuição e revenda (35,6%) e impostos estaduais (ICMS), de cerca de 14%, depois de o governo ter zerado os impostos federais (PIS/Cofins) que representavam menos de 1% do preço na refinaria.

Comente aqui