Data: 05/07/2022 11:53 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

Filipinho faz tatuagem após vencer pela terceira vez a Etapa de Saquarema da WSL

Brasileiro venceu a Etapa nos anos de 2018, 2019 e 2022


Crédito: Divulgação

Filipe Toledo divulgou uma homenagem que fez à cidade de Saquarema. Palco da etapa brasileira da WSL (Circuito Mundial de Surfe), a cidade coroou mais um importante triunfo para Filipinho na luta pelo título mundial. Por isso, o paulista fez uma tatuagem relembrando as datas de suas três vitórias na cidade do litoral fluminense: 2018, 2019 e 2022.

Além das datas, a tatuagem, feita na região da panturrilha, mostra uma onda, uma pequena ilha com coqueiros e a Igreja de Nossa Senhora de Nazaré. Os elementos compõem a paisagem da praia de Itaúna, em que se disputa a etapa de SaquaremaFilipe Toledo divulgou uma homenagem que fez à cidade de Saquarema. Palco da etapa brasileira da WSL (Circuito Mundial de Surfe), a cidade coroou mais um importante triunfo para Filipinho na luta pelo título mundial. Por isso, o paulista fez uma tatuagem relembrando as datas de suas três vitórias na cidade do litoral fluminense: 2018, 2019 e 2022.

Além das datas, a tatuagem, feita na região da panturrilha, mostra uma onda, uma pequena ilha com coqueiros e a Igreja de Nossa Senhora de Nazaré. Os elementos compõem a paisagem da praia de Itaúna, em que se disputa a etapa de Saquarema.

Em uma semifinal totalmente brasileira, a luta pela vitória no Rio de Janeiro contou com uma disputa intensa e de nível bastante elevado, com direito a notas 10. Sob intenso apoio do público, que compareceu em massa às areias de Saquarema, Filipinho superou peruano Miguel Tudela, o australiano Connor O'Leary e o brasileiro Yago Dora para chegar à decisão.

Na final, Filipe Toledo teve uma exibição espetacular, ganhando diversos aplausos. Depois de uma nota 10 unânime e um 8,67 para o paulista ficou impossível para o desafiante Samuel Pupo sonhar com a vitória em Saquarema.

"(Saquarema) É um lugar muito especial, que eu gosto muito. Venho desde criança, competi nos amadores, nos profissionais, e hoje em dia posso competir no circuito mundial aqui. É muito gratificante, e o carinho da galera local não tem em nenhum lugar do mundo. A galera estava em peso, a torcida estava em peso, trouxe aquela vibe incrível que todo ano tem aqui em Saquarema. Acho que esta vez foi um pouquinho mais especial, por ter semifinal e final 100% brasileira. Foi especial", declarou Filipinho após a vitória na etapa brasileira.

Neste mês de julho, O Circuito Mundial desembarca na África do Sul para a disputa da Etapa de Jeffreys Bay. Em agosto, o destino é o Taiti. Finalmente, em setembro, a WSL definirá seu novo campeão nos EUA, em Trestles, na Califórnia.

Crédito: Reprodução

Comente aqui