Data: 23/07/2021 17:01 / Autor: Redação / Fonte: Ministério do Desenvolvimento Regional

Estação de Tratamento de Água Vitória Régia, em Sorocaba (SP), é inaugurada

Empreendimento, que recebeu R$ 48 milhões em recursos federais, é um dos únicos na América Latina a utilizar ozônio no tratamento de água


Crédito: Valter Campanato / Agência Brasil

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), entregou, nesta sexta-feira (23), a Estação de Tratamento de Água (ETA) Vitória Régia, em Sorocaba (SP). O investimento federal na obra foi de R$ 48 milhões e a prefeitura municipal aplicou mais R$ 31,2 milhões de contrapartida. Ao todo, 20 mil famílias serão beneficiadas. A infraestrutura, que capta água diretamente do Rio Sorocaba, é uma das primeiras da América Latina a utilizar ozônio, visando maior qualidade e pureza da água.

Presente à cerimônia de entrega, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, destacou a tecnologia utilizada no empreendimento em prol da qualidade de vida da população. "O mais importante é que essa é uma obra que tem inovação, tecnologia, sustentabilidade. Ela está no espírito do que chamamos de universalização do tratamento da água e de esgoto no Brasil como um todo", afirmou.

O prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga, ressaltou o alcance dessa intervenção para o município. "É uma obra que vai garantir o abastecimento e o tratamento de esgoto de toda a nossa cidade. Sorocaba tem sido um exemplo nesse quesito", afirmou.

Morador da região, Juvenal Damásio comemorou a chegada da ETA. "Vai ser muito bom para o povo, para a comunidade. As pessoas passam por problemas de água, muitas vezes têm que tirar de outro lugar. A gente tinha uma rede de esgoto que fizemos de forma manual, para descarregar numa caixinha de um vizinho. Agora muita gente vai ser beneficiada com essa obra", observou.

Estação de Tratamento de Esgoto

Também em Sorocaba, o ministro Rogério Marinho entregou as obras de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Sorocaba 1. A infraestrutura recebeu R$ 38,9 milhões em recursos da União, além de R$ 21,1 milhões da prefeitura. Com o novo empreendimento, 221 mil habitantes serão beneficiados.

Campinas

Nesta sexta-feira, o Governo Federal também entregou a Estação de Produção de Água de Reuso (EPAR) Boa Vista, em Campinas. A infraestrutura vai permitir a utilização da água de reuso em processos industriais. Ao todo, foram investidos R$ 55,7 milhões na EPAR, beneficiando cerca de 55 mil moradores de mais de 30 bairros da região metropolitana de Campinas.

Investimentos

Desde janeiro, R$ 243,6 milhões do Orçamento Geral da União (OGU) foram repassados pelo MDR para garantir a continuidade de empreendimentos de saneamento básico pelo País. Outros R$ 696,4 milhões foram assegurados para financiamentos por meio do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e outros fundos federais financiadores.

Atualmente, a carteira de obras e projetos da Pasta no setor - contratos ativos e empreendimentos em execução ou ainda não iniciados - é de 1.209 empreendimentos, somando um total de R$ 44,2 bilhões, sendo R$ 26,1 bilhões de financiamentos e de R$ 18,1 bilhões de Orçamento Geral da União.

Comente aqui