Data: 04/08/2020 17:44 / Autor: Redação

Enem 2020 será impresso em mesma gráfica que prova de 2009 vazou

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 será impresso na Gráfica Plural, mesmo lugar onde a prova de 2009 foi roubada


Na última sexta-feira (31), a gráfica, depois de uma disputa na Justiça, assinou o contrato com o Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Educacionais (Inep) do Ministério da Educação (MEC).

Em junho deste ano, ficou decidido pelo juiz federal da 14.ª Vara do Distrito Federal, Waldemar Cláudio de Carvalho, que o Inep não poderia assinar contrato com a gráfica em questão, isso até que informações fossem prestadas.

A liminar foi derrubada em julho, e a contratação foi publicada nesta terça-feira (04) no Diário Oficial da União.

Importante lembrar, que quem tinha vencido as licitações era sempre a RR Donnelley, porém a empresa decretou falência no ano passado. Então, em 2019, a Valid S.A. assumiu o serviço, afinal ela havia ficado em terceiro lugar – e a segunda colocada desistiu.

Entenda o caso de 2009

Na época, as pessoas que roubaram o exame na gráfica Plural haviam sido contratadas pelo consórcio responsável pela prova daquele ano.

Eles trabalhavam dentro da gráfica, em um espaço montado de última hora para as provas serem encaixotadas, e um deles saiu com o Enem na cueca.

Enem 2020

A data da prova desse ano foi alterada por conta da pandemia, então o Enem de 2020 será apenas em 17 e 24 de janeiro de 2021.

Foram inscritos 5,8 milhões de candidatos para a prova. Além disso, uma versão digital será em 31 de janeiro e 7 de fevereiro também de 2021.

Após disputa na Justiça, contrato é fechado com gráfica Plural
Após disputa na Justiça, contrato é fechado com gráfica Plural

Crédito: Antonio Cruz/Agência Brasil

Comente aqui