Data: 14/05/2021 17:41 / Autor: Redação / Fonte: Dow

Dow participa de evento promovido pela Latitud R e fala sobre reciclagem inclusiva

A companhia se une ao BID, empresas globais e organizações sociais para debater os desafios na transição para uma economia circular inclusiva


Crédito: Divulgação

Na semana em que comemora o Dia Internacional da Reciclagem (17 de maio, criado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - Unesco), o presidente da Dow no Brasil e na América Latina, Javier Constante, participará de evento promovido pela Latitud R, principal plataforma latino-americana para a articulação de ações, investimentos e conhecimentos em Reciclagem Inclusiva.

O evento, que acontece no dia 18, reunirá executivos de diversas empresas e entidades, como o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e seus pares das empresas e organizações que fazem parte da plataforma (Coca-Cola, Pepsico, Dow, Nestlé, Rede Lacre, BID Lab e Fundación Avina) em um painel de discussão remoto, que abordará os desafios enfrentados pela América Latina e Caribe na transição para uma economia circular inclusiva.

“Para a Dow, participar de um evento promovido pela Latitud R reforça nosso compromisso com a economia circular e com todos aqueles que fazem parte do nosso círculo de atuação responsável em prol da reciclagem, como as comunidades de catadores. Além disso, reunir nossos parceiros e representantes da indústria latino-americana mostra que a preocupação com a viabilização de ações para a economia circular é um ponto em comum em toda a indústria”, afirma Javier Constante.

De acordo com o executivo, a atuação global da Dow e a posição na base das cadeias de valor mais relevantes, possibilita a organização somar esforços com clientes, fornecedores, governos, academia, sociedade civil e ONGs para enfrentar os desafios de sustentabilidade na região. “Acreditamos em negócios sustentáveis que criam mudanças positivas, combinando tecnologia com impacto social. A colaboração é o único caminho para abordar essas questões e fomentar a economia circular e inclusiva”, pontua Javier Constante.

A América Latina desempenha um papel fundamental e estratégico para os projetos de economia circular da Dow. Um terço de todos os resíduos urbanos gerados na América Latina ainda acaba em aterros sanitários ou no meio ambiente e apenas 10% de tudo o que é coletado são reaproveitados por meio da reciclagem ou outras técnicas de recuperação de materiais, de acordo com dados do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma). "O engajament na transição de uma economia linear para uma que redesenha, recicla, reutiliza e remanufaura, elimina o descarte de resíduos, protege o meio ambiente, promove inovação e novas oportunidades de negócios", enfatiza o presidente da Dow.

Durante o evento serão discutidas ideias e formulações sobre o impacto gerado pela Latitud R, por meio de projetos que apoiam catadores e catadoras de resíduos. A plataforma acaba de criar uma aceleradora de negócios, uma unidade de ciência de dados e um espaço de conhecimento aberto para esses públicos e espera, também, dar início às comemorações de seus 10 anos de atuação, celebrados em 2021.

A entidade atua com governos nacionais e locais para elaborar e executar políticas públicas que promovam a reciclagem e a economia circular, incentivar a mudança de cultura entre os cidadãos a respeito da importância de separar o lixo nas residências e produzir conhecimento e dados para a tomada de decisões estratégicas.

Comente aqui