Data: 22/07/2015 17:36 / Autor: Redação / Fonte: CBV - Confederação Brasileira de Vôlei

Circuito Mundial de Vôlei: Duplas masculinas têm bom aproveitamento na estreia em Yokohama

Os brasileiros venceram quatro dos cinco jogos disputados na primeira rodada em torneio no Japão


Alison e Bruno Schmidt venceram as duas partidas que disputaram em Yokohama
Alison e Bruno Schmidt venceram as duas partidas que disputaram em Yokohama

Crédito: Divulgação/FIVB

O primeiro dia de disputas na chave principal do Grand Slam de Yokohama (JAP) teve saldo positivo para as duplas brasileiras. Nesta quarta-feira (22.07) os representantes do Brasil entraram em quadra cinco vezes e levaram a melhor em quatro. Alison/Bruno Schmidt (ES/DF) e Pedro Solberg/Evandro (RJ) venceram todos os confrontos de que participaram, enquanto Ricardo/Emanuel (BA/PR) sofreu um revés no único jogo que disputou.

Abrindo o dia de competição Pedro Solberg/Evandro (RJ) venceu a dupla dona da casa Hasegawa/Shiratori por 2 sets a 1 (13/21, 21/13 e 15/17). Na sequência, os cariocas passaram por Losiak/Kantor (POL) por 2 sets a 0 (21/16, 21/19). Com o resultado eles estão na liderança do grupo B e próximos da vaga direta às oitavas de final. Nesta quinta-feira Pedro Solberg/Evandro encara outra equipe polonesa, Fjalek/Prudel.

"Jogamos tanto o primeiro como o segundo sets muito bem, com a nossa alegria que é característica, e agora iremos em busca do primeiro lugar do grupo", destacou Evandro.

Os atuais campeões mundiais, Alison e Bruno Schmidt (ES/DF), também conseguiram dois resultados positivos nesta quarta-feira pelo grupo C. Na estreia, contra os israelenses Faiga/Hilman, vitória por 2 sets a 0 (21/16 e 21/14). Algumas horas mais tarde, novo triunfo, desta vez sobre Semenov/Krasilnikov (RUS) por 2 sets a 0 (21/14 e 21/14).

"Viemos de uma primeira partida muito boa contra a dupla revelação de Israel, e agora no segundo jogo enfrentamos um time muito bom que é esse da Rússia. Já nos conhecemos bem, fora de quadra eles (Semenov e Krasilnikov) são nossos amigos, soubemos manter a tranquilidade no lugar, superar as adversidades e fazer um grande jogo", destacou Alison, após a vitória. O próximo desafio será contra os alemães Walkenhorst e Windscheif nesta quinta-feira.

Na única partida que disputaram pelo grupo G, Ricardo e Emanuel sofreram a virada dos espanhóis Marco e García (21/12, 14/21 e 13/15). Agora os veteranos brasileiros enfrentarão Dalhausser/Rosenthal (USA) e Nicolai/Lupo (ITA) para avançarem na competição.

Yokohama é a sexta etapa que conta pontos para a corrida olímpica brasileira, ranking que classificará uma dupla em cada naipe aos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

O Japão já sediou 21 eventos do Circuito Mundial, sete exclusivamente para o naipe masculino e outros 14 apenas disputados entre as mulheres. No feminino, o Brasil domina com 21 medalhas, sendo 11 de ouro, seis de prata e quatro de bronze. Já nas sete etapas do masculino o Brasil levou sete medalhas, uma a menos que os EUA, mas com mais ouros: quatro contra três. São ainda três pratas para o país.

Os times vencedores da etapa de Yokohama nos dois gêneros somam 800 pontos no ranking do Circuito Mundial e garantem um prêmio de 57 mil dólares. Ao todo, 400 mil dólares são distribuídos aos atletas em cada um dos gêneros. Após a etapa japonesa, o tour sofre uma pausa e volta com o Grand Slam de Long Beach, nos EUA, de 18 a 23 de agosto.

Comente aqui