Data: 20/10/2021 20:26 / Autor: Redação / Fonte: CBV

CBV lança a nova temporada da Superliga 21/22

Superliga ganha perfis próprios nas redes sociais e terá duas logos. Campeões olímpicos, DJ Lucas Beat e o gamer David Tavares participaram do evento, que apresentou as 24 equipes


Crédito: Divulgação / CBV

Craques das quadras e convidados especiais se uniram à Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) nesta quarta-feira (20.10) no evento virtual de lançamento da Superliga 21/22. A maior competição do vôlei nacional promete uma temporada de muitas novidades e um ingrediente já bem tradicional: o talento de alguns dos melhores atletas do planeta. Serão 24 times, 12 no masculino e 12 no feminino, em cerca de 300 jogos no Sul, Nordeste, Sudeste e Centro Oeste do Brasil. Novos perfis oficiais nas redes sociais com conteúdo exclusivo, logos diferentes para as duas competições e a promessa de disputas acirradas e inesquecíveis ao longo dos próximos seis meses. Os campeões olímpicos Fofão, Bruninho, Fabi, Gustavo Endres e Fernanda Garay, além do DJ Lucas Beat, da grafiteira Isa Adamy e do gamer David Tavares, participaram do evento.

“O vôlei é muito querido no Brasil e a Superliga é um produto que espelha essa relevância. O esporte proporciona relações que vão além de paixão e conexão emocional, e tem forte ligação com outras vertentes culturais, como games, música, moda e entretenimento. É isso que queremos trazer nesta edição da competição. Tanto para os fãs já apaixonados, quanto para quem quer conhecer melhor essa máquina de emoções que é o voleibol. É o resultado de um trabalho conjunto da CBV com federações, clubes e atletas”, explica Marcelo Hargreaves, diretor da Superliga e de Novos Negócios da CBV.

Uma das novidades é que, nesta temporada, a Superliga ganha seus próprios perfis no Instagram - @superliga_masculina e @superliga_feminina – com informações, resultados, memes, highlights e vídeos curtos. Também pela primeira vez a competição terá duas logos, uma para cada gênero. “As Superligas masculina e feminina têm características e públicos que garantem essa identidade própria. Cada uma tem maneira própria de se comunicar”, explica Marcelo Hargreaves.

A Superliga 21/22 terá transmissão ao vivo de todos os jogos, seja no SporTV ou no Canal Vôlei Brasil, que já comercializa o pacote de PPV no site https://canalvoleibrasil.cbv.com.br/.

A disputa masculina conta com Azulim/Gabarito/Uberlândia (MG), Funvic/Educacoin/Natal (RN), Apan/Eleva (SC), Brasília Vôlei (DF), Fiat/Gerdau/Minas (MG), Montes Claros América Vôlei (MG), Goiás Vôlei (GO), Sada Cruzeiro (MG), Sesi-SP, Vedacit Vôlei Guarulhos (SP), Vôlei Renata (SP) e Farma Conde Vôlei (SP). A competição começa com Montes Claros América Vôlei (MG) x Brasília Vôlei (DF), no dia 23, às 17h, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros (MG).  O Canal Vôlei Brasil transmite ao vivo.

No feminino estão na briga pelo título Brasília Vôlei (DF), Curitiba Vôlei (PR), Dentil/Praia Clube (MG), Pinheiros (SP), Fluminense (RJ), Itambé Minas (MG), Osasco São Cristóvão Saúde (SP), Country Club Valinhos (SP), Unilife-Maringá (PR), Barueri Volleyball Club (SP), Sesc RJ Flamengo (RJ) e Sesi Vôlei Bauru (SP). O primeiro jogo reúne Brasília Vôlei (DF) e Unilife-Maringá (PR), no dia 28, às 17h, no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF), também com transmissão do Canal Vôlei Brasil.

Comente aqui