Data: 30/05/2019 14:28 / Autor: Nicole Defillo / Fonte: GSK

Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe encerra amanhã

A partir do dia 3 de junho serão disponibilizadas para vacinação as doses restantes da vacina contra a Gripe para toda a população, não somente para a faixa etária de risco


Campanha de vacinação contra a gripe quer imunizar 90% do público-alvo
Campanha de vacinação contra a gripe quer imunizar 90% do público-alvo

Crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, do Ministério da Saúde, acaba amanhã, 31 de maio, mas quase 14,8 milhões de brasileiros ainda não se vacinaram. De acordo com os índices registrados até o momento, o Rio de Janeiro é o estado que tem o menor índice de adesão, com somente 57,6% da cobertura atingida.

Vendo o cenário preocupante, a partir do dia 3 de junho, o Ministério da Saúde disponibilizará para vacinação as doses restantes da vacina contra a Influenza para toda a população, não apenas para o grupo de risco. 

POR QUE SE PREVENIR?   
A gripe (influenza) é uma infecção viral respiratória aguda e altamente contagiosa, sendo mais grave do que um resfriado comum, podendo levar a complicações médicas sérias. A doença pode afetar qualquer pessoa em qualquer idade, sendo facilmente transmitida através da tosse, espirro e contato próximo com uma pessoa ou superfície contaminada. 

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a imunização é a forma de prevenção mais efetiva contra a gripe. Em todo o mundo, estima-se que epidemias anuais resultem em cerca de 3 a 5 milhões de casos de doença grave e cerca de 290 mil a 650 mil óbitos. 

A INFLUENZA NO BRASIL
No Brasil, segundo os dados do Ministério da Saúde, o número de casos confirmados nos quais os pacientes que contraíram a influenza, até o final de dezembro de 2018, foi de 6.754.  Ao estudar o número, pôde-se afirmar que a média de idade entre as pessoas que contraíram a doença foi de 37 anos, porém a faixa etária, normalmente, não é abrangida pela campanha de vacinação oferecida no Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Segundo a médica, Bárbara Furtado, o vírus não se manifesta apenas no inverno, e alerta: as pessoas devem procurar se vacinar sendo na rede pública ou privada. “No nosso país, o vírus da gripe circula o ano todo e não apenas no inverno, por isso é muito importante a conscientização da população sobre a importância da vacinação todos os anos. As pessoas devem checar se fazem parte dos grupos de risco que podem se vacinar nos postos de saúde. Caso contrário, devem procurar as vacinas na rede privada”.

Em um comparativo nacional, o Sudeste foi a região com o maior número de casos de influenza, sendo 46,6% dos registros. Além disso, o estado com o maior número de óbitos foi São Paulo, com 42,1%.

Comente aqui