Data: 01/07/2022 12:06 / Autor: Redação / Fonte: Bruno Berle

Bruno Berle apresenta nova fase da carreira com o disco No Reino dos Afetos

O terceiro álbum do músico alagoano chega às plataformas de streaming no dia 1º de julho pelo selo britânico Far Out Recordings


Bruno Berle
Bruno Berle

Crédito: Divulgação

Maceió, a capital do estado brasileiro de Alagoas, em sua extensa costa leste, abriga casas coloniais em tons pastel, praias de areia branca e um jovem e brilhante compositor, poeta e multi-instrumentista chamado Bruno Berle.

Com uma sensibilidade surpreendente para composições pop sinceras, no disco No Reino Dos Afetos, Berle abraça firmemente a seriedade, por meio de canções de amor, vinhetas ambientais, batidas quentes e caseiras e toques suaves de MPB.

“É um álbum que foi construído a partir do meu desejo de encontrar a beleza”, explica Berle, com palavras simples e graciosas que espelham a simplicidade de sua música. Em meio à simplicidade, porém, as composições, arranjos e produções de No Reino Dos Afetos vibram em nuances e detalhes.

No single “Quero Dizer”, inspirado no R&B contemporâneo - produzido por Berle e o amigo e colaborador de longa data, Batata Boy - a batida giratória, lo-fi, se transforma em um hit reconfortante através da engenhosidade melódica e vocal de Bruno. 

Poderosamente intimista, “O Nome Do Meu Amor" é emoção garantida com a voz estonteante de Berle pairando sobre o violão suavemente dedilhado e a vibração textural de movimento suave, como se o ouvíssemos escrevendo a música no momento.

A partir de uma cena colaborativa de artistas e músicos de Maceió, (da qual Berle e Batata Boy são membros vitais), Berle também gravou algumas músicas de seus amigos no álbum, incluindo “Até Meu Violão", de João Menezes, que abre linda e descontraidamente o álbum, e tem todo o charme de João Donato do início dos anos 70.

Tendo se formado no grupo de soft-rock Troco em Bala, e mais recentemente se encontrando na cena da música contemporânea carioca e paulista - colaborando com nomes como Ana Frango Elétrico, que tirou a foto para a capa do álbum - No Reino Dos Afetos é tão musicalmente diverso quanto o próprio Bruno. Vai do indie rock nebuloso (“É Preciso Ter Amor”), passando por ambientes calmos e gravações de campo (“Virginia Talk”), bem como a própria visão de Berle sobre High Life africano (“Som Nyame”).

Instantaneamente reconhecível como um artista ímpar de sua geração, Bruno preenche todos os espaços da composição - o que não surpreende, considerando que ele tocou a maioria dos instrumentos.

No Reino Dos Afetos, de Bruno Berle, será lançado em LP, CD e nas plataformas digitais no dia 1º de julho pela Far Out Recordings. A partir do dia 15 de julho, o músico dá início aos shows de lançamento do disco, começando por Belo Horizonte, seguindo para São Paulo, em 4 de agosto, e Rio de Janeiro, no dia 13.

Ouça No Reino dos Afetos

Ficha Técnica - No Reino dos Afetos:

"Até Meu Violão" (João Menezes)
Bruno Berle: bateria, percussão, baixo, violão, piano e voz
Batata Boy: pratos, teclado, voz e bateria programada
Marvin Vieira: percussão
João Menezes: percussão, voz
Produzido, gravado e arranjado por Batata Boy & Bruno Berle
Mixado por Bruno Berle & Batata Boy
"Quero Dizer" (Batata Boy/Bruno Berle)
Batata Boy: bateria, baixo, teclado, sampler, violão, bateria programada
Bruno Berle: voz
Marina Nemésio: backing vocal
Produzido por Batata Boy (instrumental) e Bruno Berle (voz)
Mixado por Batata Boy
"Guardo Em Tuas Mãos Estrelas" (Jefu/Bruno Berle)
Jefu: batida e sampler programados
Bruno Berle: voz
Produzido por Jefu (instrumental) e Bruno Berle (voz)
Mixado por Batata Boy
"Bata 1" (Batata Boy/Bruno Berle)
Batata Boy: teclado, sintetizadores, batida programada
Bruno Berle: voz
Produzido e gravado por Batata Boy (instrumental) e Bruno Berle (voz)
Mixado por Batata Boy
"O Nome Do Meu Amor" (Bruno Berle)
Bruno Berle: violão e voz
Produzido e gravado por Bruno Berle
Mixado por Batata Boy
"Som Nyame" (Bruno Berle)
Bruno Berle: violão, percussão, baixo, sampler
Produzido e gravado por Bruno Berle
Mixado por Bruno Berle
"Virgínia Talk" (Bruno Berle/Virgínia Guimarães)
Bruno Berle: guitarra elétrica e acústica
Virgínia Guimarães: voz
Produzido e gravado por Bruno Berle
Mixado por Bruno Berle
"Só o Amor" (Bruno Berle)
Bruno Berle: percussão, voz, violão e guitarra
João Menezes: percussão e voz
Phylipe Nunes Araújo: voz
Produzido e gravado por Bruno Berle
Mixado por Bruno Berle e Batata Boy
"Só Nós Dois" (Bruno Berle)
Bruno Berle: percussão, violão e voz
Batata Boy: percussão e violão
Marvin Vieira: violão
João Menezes: violão, voz
Produzido e gravado por Bruno Berle e Batata Boy
Mixado por Batata Boy
"Arraiada" (Bruno Berle) (baseado em um poema de Ledo Ivo de mesmo nome)
Bruno Berle: violão, voz
Produzido e gravado por Bruno Berle
Mixado por Batata Boy
"Sereno" (Marvin Vieira/Phylipe Nunes Araújo)
Bruno Berle: percussão, guitarra de nylon, sintetizador, piano, baixo, flautas, voz
Batata Boy: teclados e programação de bateria
Fellipe Pereira (perseguição): bateria
Alessandro Berle: teclados
Produzido e gravado por Bruno Berle
Mixado por Bruno Berle e Batata Boy
"É Preciso Ter Amor" (Bruno Berle/Phylipe Nunes Araujo/Marvin Vieira)
Bruno Berle: bateria, baixo, piano, voz
Batata Boy: bateria, percussão, sintetizador, guitarra elétrica, teclado, bateria programada
João Menezes: percussão
Marvin Vieira: guitarra elétrica
Produzido e gravado por Bruno Berle e Batata Boy
Mixado por Batata Boy
Masterizado por Batata Boy e Rubens Adati

Comente aqui