Data: 25/06/2022 17:41 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

Boca Juniors é multado por gestos racistas de torcedores contra o Corinthians

Além da multa, os jogadores serão obrigados a entrar em campo e exibir uma faixa com a frase: "Basta de Racismo"


Crédito: Reprodução

Após muita pressão por parte do Corinthians, a Conmebol multou o Boca Juniors em R$ 525 mil (100 mil dólares) pelos atos racistas dos seus torcedores no duelo entre os clubes na primeira fase da Copa Libertadores da América, realizado na La Bombonera.

Na ocasião, os torcedores do clube argentino foram vistos imitando um macaco. Além da multa, os jogadores serão obrigados a entrar em campo e exibir uma faixa com a frase: "Basta de Racismo", durante o hino nacional, entre outras ações.

O Boca Juniors terá que cumprir os protocolos justamente contra o próprio Corinthians, nas oitavas de final. Caso ocorra novos casos de racismo, o clube poderá ser obrigado a jogar com portões fechados em jogos organizados pela Conmebol.

Esta, no entanto, não é a primeira punição recebida pelo Boca Juniors. Por atos racistas na Neo Química Arena, em São Paulo, o clube argentino chegou a ser multado em R$ 143 mil. Na ocasião, o torcedor, que imitou um macaco, chegou a ser preso, mas acabou solto com o pagamento da fiança.

O Boca Juniors poderá entrar com recurso contra a decisão no prazo de sete dias contados a partir do dia seguinte da notificação dos fundamentos da decisão.

Corinthians e Boca Juniors voltam a se enfrentar nesta terça-feira, às 21h30, na Neo Química Arena. O jogo de volta será no dia 5 de julho, no mesmo horário, na La Bombonera. Quem passar, pegará nas quartas de final o vencedor de Flamengo e Tolima.

MAIS CASOS

A Conmebol recebeu nós últimos meses várias denúncias de racismo, a maioria envolvendo clubes brasileiros. Fortaleza, Red Bull Bragantino, Palmeiras e Flamengo já relataram ofensas racistas de torcedores adversários durante o torneio, fato que fez a entidade divulgar uma nota de que tomaria ações mais severas.

Comente aqui