Data: 25/01/2022 20:31 / Autor: Redação / Fonte: CBV

Blumenau recebe quatro dos melhores times do país para reta final da Copa Brasil de vôlei

A torcida verá em quadra medalhistas olímpicos e destaques da Superliga


Ginásio Galegão será o palco da fase final da Copa Brasil
Ginásio Galegão será o palco da fase final da Copa Brasil

Crédito: Raphael Moser/CBV

Vai começar a fase final da Copa Brasil masculina 2022! E a torcida que estiver presente nas arquibancadas do Galegão, em Blumenau (SC), terá motivos de sobra para se divertir com as partidas semifinais e a grande decisão do torneio. Em busca do primeiro título de 2022, Fiat/Gerdau/Minas (MG), Vedacit Vôlei Guarulhos (SP), Sada Cruzeiro (MG) e Vôlei Renata (SP) reúnem estrelas da modalidade com cinco medalhistas olímpicos e sete destaques nas estatísticas da Superliga.

Campeões na Rio 2016, o levantador William Arjona, o oposto Evandro, o central Lucão e o oposto Wallace, ao lado do oposto Leandro Vissotto, prata em Londres 2012 abrilhantam ainda mais a disputa na cidade catarinense. Além deles, a busca pelo troféu inclui ainda outros nomes entre os melhores jogadores da atual temporada da Superliga como o oposto Franco, maior pontuador e os três melhores sacadores da competição: o central Mateus Pinta, o ponteiro Henrique Honorato e o ponteiro cubano Lopez.

A bola sobe no final da tarde de quinta-feira (27.01) com as partidas das semifinais. Às 17h, Fiat/Gerdau/Minas, líder da Superliga, mede forças com o estreante na competição, o Vedacit Vôlei Guarulhos. Em seguida, às 19h30 será a vez do duelo entre o Sada Cruzeiro, que tem seis títulos da Copa Brasil, e o Vôlei Renata. Ambos os jogos serão transmitidos pelo sportv 2.

“A Copa Brasil é a oportunidade para que uma das oito melhores equipes do primeiro turno da Superliga já comece o ano com uma taça nas mãos. Serão partidas de alto nível, com a presença de medalhistas olímpicos, atletas com passagens pela seleção brasileira, jovens talentos e destaques do voleibol nacional. Todos os ingredientes para um grande espetáculo”, avalia Marcelo Hargreves, diretor da Superliga e Novos Negócios da CBV.

O Vedacit Vôlei Guarulhos, comandado por Guilherme Novaes, que foi nomeado novo técnico da seleção sub-21 masculina do Brasil, chega a Blumenau com o desafio de quebrar o gelo de estreante do torneio. Para isso a equipe paulista conta com jogadores que já estão acostumados ao ginásio e à torcida locais. Franco, que lidera a lista de maiores pontuadores da atual Superliga, jogou na equipe da cidade em temporadas recentes e espera contar com o apoio das arquibancadas no duelo contra o Minas.

“Sabemos da qualidade do time do Minas, que foi montado para ser campeão. Mas estou muito confiante na nossa equipe, que vem demonstrando uma evolução e um amadurecimento nos últimos jogos. Eu joguei dois anos em Blumenau e foram temporadas importantes em minha carreira. Conheço muito bem o ginásio e a torcida, espero que fiquem do nosso lado”, disse Franco.

Com elenco encabeçado pelo levantador campeão olímpico na Rio 2016 William Arjona, e o oposto campeão mundial e prata em Londres 2012 Leandro Vissotto, o Fiat/Gerdau/Minas quer fugir do rótulo de favorito. Além dos veteranos, a equipe mineira conta também com jovens valores como o líbero Maique e os ponteiros Honorato e Leozinho.

“Por mais que as pessoas digam que o nosso time foi feito para ganhar títulos, as coisas são feitas no dia a dia. Ninguém chegam pronto para disputar um título de campeonato na apresentação, as coisas são construídas. E agora temos esta oportunidade logo no início do ano, que não é algo ordinário. Nosso time treina muito e está concentrado neste objetivo para conquistar este campeonato para abrir bem o ano”, comentou William Arjona.

No outro confronto, o Sada Cruzeiro, que tem de volta o oposto Wallace, ouro na Rio 2016 e prata em Londres 2012, tenta o sétimo título para aumentar ainda mais a coleção de troféus da Copa Brasil. Apesar do histórico favorável, Wallace diz que não há nada garantido, e que é na quadra que se decide o jogo.

“Todo campeonato tem sua importância para nós, e com a Copa Brasil não é diferente. Vamos nos prepara bastante nesta semana, e quinta-feira já entramos em quadra de olho em um lugar na decisão. O fato de o Sada Cruzeiro ser o maior campeão do torneio não interfere em nada em nosso grupo. Se não entrar em quadra e jogar bem, não vamos conseguir vencer. Temos que ir para cada duelo com a cabeça boa, focar em cada ponto, é indiferente o histórico de títulos que temos no torneio na hora de entrar em quadra”, contou o oposto.

O Vôlei Renata completa a lista de semifinalistas, e tem como trunfo dois campeões da Rio 2016: o oposto Evandro e o central Lucão formam a base do time que ainda conta com nomes promissores como o ponteiro Adriano Xavier, de 20 anos, campeão sul-americano com a seleção adulta e Pan-Americano da Juventude com a equipe sub-23 do Brasil. Lucão acredita que um título logo no início do ano trará ainda mais confiança ao grupo para a sequência da temporada.

“A disputa de qualquer título é sempre importante, ainda mais sendo no começo do ano, que estamos na metade da temporada da Superliga. Este é um título inédito para o Vôlei Renata, e que pode ajudar bastante o moral não só do grupo, mas para todo projeto. Conquistar a Copa Brasil será fundamental para nosso time crescer no desdobramento da temporada, ajuda também a ‘criar casca’ para estarmos preparados quando chegarem os momentos decisivos. Teremos um jogo muito complicado contra o Sada Cruzeiro, atual campeão mundial, que possui um plantel muito qualificado, então tem tudo para ser um grande confronto, mas acredito que estaremos prontos para este desafio e para buscar o título inédito”, disse Lucão.

Ingressos à venda em pontos físicos e virtuais

Os ingressos para as partidas da Copa Brasil estão disponíveis por meio de loja virtual e física. Os torcedores podem acessar o site ou ir à loja Blubel Esportes no centro de Blumenau (rua XV de Novembro, 553) para adquirirem as entradas. Para as semifinais o valor é de R$40 e o ingresso vale para os dois confrontos. Para a decisão o preço é de R$30.

Protocolos

A disputa da Copa Brasil em Blumenau segue as normativas de evento seguro do Estado de Santa Catarina. Portanto, será cobrado o comprovante do esquema vacinal completo contra a COVID-19 (duas doses ou dose única) para maiores de 18 anos ou o laudo de exame RT-PCR negativo de 72h ou teste do tipo Antígeno de 48h. Jovens de 12 a 17 anos precisarão comprovar a vacinação de ao menos uma dose da vacina contra COVID-19 ou o laudo negativo do exame RT-PCR. Menores de 12 anos não precisam comprovar vacinação ou testagem, mas devem estar acompanhadas de responsáveis.

O uso de máscaras será obrigatório durante todo o tempo. E deverá ser observado distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os presentes, exceto quando forem indivíduos da mesma família.

FASE FINAL – TABELA

SEMIFINAIS

27.01 (QUINTA-FEIRA) – Jogo 05 - Fiat/Gerdau/Minas (MG) x Vedacit Vôlei Guarulhos (SP), às 17h – sportv 2

27.01 (QUINTA-FEIRA) – Jogo 06 - Sada Cruzeiro (MG) x Vôlei Renata (SP), às 19h30 – sportv 2


FINAL

28.01 (SEXTA-FERA) – Vencedor do jogo 05 x Vencedor do jogo 06, às 21h – sportv 2

Comente aqui