Data: 18/05/2022 16:34 / Autor: Andréa Brock / Fonte: ABCdoABC

Balanço da Brock – 18/05/2022

Fique por dentro do que acontece nos bastidores da política, eventos, economia, cultura, social e geral


Humanidade

Na noite mais fria do ano na Capital e cidades do Grande ABC, em que os termômetros chegaram a registrar 3 graus, o Padre Júlio Lancellotti, da Pastoral do Morador de Rua de São Paulo, passou a noite com sua equipe socorrendo moradores de rua que, de tanto frio, chegaram a registrar situação de hipotermia. Em suas redes sociais o padre divulgou o caso de um morador de rua que veio a óbito na Comunidade São Martinho. 

Padre Júlio circulou pela região da Luz e do Parque Dom Pedro. Um dos principais críticos dos programas sociais realizados pela Prefeitura de São Paulo, Padre Júlio fez fez duras críticas ao questionário de recusa de atendimento que o Poder Público costuma preencher com o morador de rua que não aceita ir para albergues ou centros de acolhimentos.




Encontro

O PSB de São Paulo promove no dia 20, sexta-feira, a partir das 8h, na avenida São Jorge, 777, Teatro Corinthians, um encontro de pré-candidatos. Estão previstas as presenças dos ex-governadores Geraldo Alckmin, candidato a vice-presidente na chapa do ex-presidente Lula, e Márcio França, pré-candidato a governador de São Paulo pelo PSB. A ideia é dar orientações jurídicas, tirar dúvidas dos pré-candidatos, fornecer documentação para registros de candidaturas e orientar sobre o uso das redes sociais.


Programação

O advogado especialista em Direito Eleitoral e ex-secretário Jurídico de São Paulo, Anderson Pomini, um dos principais articuladores políticos de Márcio França, está na coordenação do evento. Em suas redes sociais Pomini orienta candidatos sobre como prestarem contas de forma correta, sobre o uso das redes sociais e até doações para candidatos.


Apoio

E por falar em Geraldo Alckmin, o ex-tucano recebeu essa semana a visita do senador Aloysio Nunes, do PSDB. 

Contrariando a indicação de seu partido, que segue com a candidatura de João Doria a presidente, Nunes anunciou que irá apoiar a chapa Lula/Alckmin para presidente e vice.

Alckmim cultiva amizade longa com o senador, que no governo de Doria chegou a comandar o Investe São Paulo.

“Só há duas vias abertas hoje, a via da manutenção do Bolsonaro ou a derrota dele. E quem tem condição de derrotá-lo é o Lula. Não há hesitação possível. Vou apoiá-lo no primeiro turno”, disse o senador e ex-ministro, que já ocupou vários cargos no Executivo e no Legislativo pelo PSDB paulista.

Não decolou

E por falar em PSDB, a Executiva Nacional  do partido se reuniu  ontem para decidir o rumo que a sigla irá tomar frente à candidatura de João Doria a presidente. Nenhuma decisão foi tomada. Dos 38 dirigentes que estiveram na reunião, apenas 7 defendem a candidatura de João Doria à presidência. O presidente da sigla, Bruno Araújo, afirmou que o partido pretende realizar uma reunião com João Doria e quer manter as negociações com os partidos da chamada "terceira via", que tinham programado para hoje o anúncio de um candidato "de consenso".

Terceira via

Embora ameace entrar na justiça para garantir seu nome na disputa, uma vez que ganhou a indicação através de convenção, a verdade é que a campanha de Doria não decolou e por isso o partido estuda apoiar outro nome e, quem sabe até, indicar um nome de vice numa chapa de terceira via. Alguns tucanos cogitam um apoio à candidatura da senadora Simone Tebet, do MDB, juntamente com a possibilidade do vice ser um nome indicado pelo PSDB.

Visita

O prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior, acompanhado do presidente da Câmara, vereador Tite Campanella, visitaram na tarde de ontem, terça-feira, 17, a planta da General Motors de São Caetano para atestar os investimentos que a unidade está fazendo na cidade desde a aprovação do Programa de Incentivo à Indústria Automobilística criado em 2019 pela Prefeitura que concedeu benefícios fiscais tarifários que contribuíram pela manutenção da montadora na cidade e pela preservação de mais de 7 mil empregos.

Auricchio e Tite foram recebidos pelo diretor executivo do Complexo Industrial de São Caetano, Michel Malka, além de outros diretores da planta.

Comente aqui