Data: 28/06/2022 08:42 / Autor: Kreitlon Pereira / Fonte: Via Streaming

Via Streaming - Dica da Semana: “Amor Sublime Amor”

Remake de um dos maiores clássicos da Broadway e do cinema, a versão de Spielberg da Disney Plus acerta em corrigir erros da produção original de 1961


Em 1961, chegou aos cinemas do mundo todo a adaptação do musical clássico da Broadway “Amor Sublime Amor”. Além do sucesso nos teatros, a história de amor proibido também se mostrou muito popular nas telas, tendo recebido o Oscar de Melhor Filme, Melhor Musical Original e de Melhor Atriz Coadjuvante. Certamente um marco na história dos musicais, a produção vai de encontro com a noção de que esse é um gênero feliz e alegre ao abordar como tema central questões mais pesadas e densas. Como os últimos anos foram tomados pelos remakes de clássicos da indústria cinematográfica, em 2021 a Disney Plus lançou a nova versão de “Amor Sublime Amor”, dessa vez dirigida por Steven Spielberg.

Ambientada nos anos 1950, a trama se mantém fiel à história original e aborda o romance – a la “Romeu e Julieta” – entre Maria e Tony, dois jovens que estão em lados opostos da dividida zona oeste de Nova York, marcada pelo conflito entre as gangues Sharks e Jets. A primeira é formada por porto-riquenhos e a segunda por jovens brancos de origem anglo saxônica, ambas seguem um código próprio de conduta e desejam dominar a área da vizinhança. O irmão mais velho de Maria é o líder dos Shark, enquanto Tony é o antigo líder dos Jets. Por conta disso, o fatídico encontro entre os dois jovens – que aconteceu em um baile organizado na região– irá acirrar ainda mais a disputa entre os rivais.

Mesmo com todas as dificuldades, o filme acompanha a luta dos protagonistas para viver esse grande amor, que marcavam encontros secretos e planejavam fugir juntos. Porém, a realidade é mais forte e as coisas não irão sair como desejado pelo casal. Apesar de ser um grande desafio realizar a adaptação de um clássico do cinema, a versão de 2021 de “Amor Sublime Amor” acerta em diversos aspectos, sendo um deles a escolha do elenco. No original, os personagens latinos eram interpretados por jovens brancos, enquanto, agora, é claro (e celebrado) o cuidado em se escalar atores da mesma descendência. Além disso, existe um respeito com a língua nativa, uma vez que o espanhol utilizado pelos personagens é colocado da mesma forma que o inglês, ou seja, sem legendas.

Crédito: Divulgação

Comente aqui