Data: 12/08/2019 14:35 / Autor: Kreitlon Pereira / Fonte: Via Streaming

Via Streaming - “45 rpm” - Nos embalos do rock

Ambientada na Espanha franquista dos anos 60, “45 rpm” é a nova série da Netflix que conta sobre a popularização do rock and roll


45 rpm: Season 1 - Official Trailer | Netflix

A década de 1960 foi uma das mais efervescestes de todos os tempos para o cenário musical. Com bandas como os Beatles e Rolling Stones dominando as paradas mundiais, o gênero, que desempenharia um importante papel de contestação política, social e ideológica, se tornou muito popular. Ao mesmo tempo em que essa revolução acontecia, a Espanha ainda estava pressa sob o regime fascista do ditador Francisco Franco, modelo autoritário que se manteria até 1976. Durante esse período, as liberdades individuais e os direitos civis foram amplamente violados, o que gerou um clima de tensão e revolta na sociedade da época.

45 rpm”, a nova série da Netflix, se passa justamente nesse contexto, onde, ao mesmo tempo em que o rock ascendia pelo mundo com seu discurso contestador, a Espanha se encontrava presa em uma ditadura extremamente violenta. A série, que chega na plataforma de streaming no dia 16 de agosto, é uma produção espanhola com 13 episódios de aproximadamente 50 minutos cada. A produção foi criada por Ramón Campos, conhecido por trabalhos como “As Telefonistas” e “Gran Hotel”.

Ao longo de sua primeira temporada, “45 rpm” vai acompanhar a jornada de Maribel Campoy (Guiomar Puerta) - uma perspicaz jovem assistente de 19 anos –, Guillermo Rojas (Iván Marcos) – seu chefe e produtor musical –, e Robert Aguirre (Carlos Cuevas), um cantor de rock e ativista contra o regime do General Franco. Com o objetivo de criar um novo selo que trouxesse para a gravadora um conteúdo mais moderno, o trio se envolve em um relacionamento que logo ultrapassa os limites profissionais, desenvolvendo uma espécie de triângulo amoroso. Além de abordar toda essa dinâmica entre os personagens principais, “45 rpm” também se torna muito interessante e atual ao escolher como cenário uma Espanha imersa em um governo autoritário e repleta de conflitos internos.   

Crédito: Divulgação

Comente aqui