Data: 17/06/2021 20:46 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de Guarujá

Vereadores aprovaram projeto de lei que visa fornecimento de válvulas de retenção de ar

Na Sessão Legislativa da última terça-feira (15), os Vereadores aprovaram o Projeto de Lei n° 043/2021 de autoria do Vereador Anderson Figueira Lopes (Podemos)


Crédito: Divulgação

O Projeto de Lei visa o fornecimento e instalação gratuita, pela concessionária de serviço de água (SABESP), de válvulas de retenção de ar (eliminadores de ar), para os hidrômetros de todos imóveis comerciais e residenciais do Município de Guarujá.

De acordo com o Vereador a população está pagando por um produto que não consome, sem contar o prejuízo financeiro, tendo em vista que podem vir a ter em suas contas mensais de água aumentos significativos sem consumir a quantidade cobrada pela concessionária.

Salienta que em decorrência dos serviços executados na rede, quando o abastecimento é retomado, o ar passa pelo hidrômetro e é registrado como água, representando um volume de consumo, que na realidade não ocorreu.

Dessa forma, muitos consumidores reclamam que pagam alto valor nas contas de água, sem de fato consumir. Isso porque, em muitos casos, a pressão do ar na tubulação faz com que o ponteiro do hidrômetro gire mesmo sem água, ou seja, registrando um consumo inexistente.

“Essa situação acaba amargando no bolso do consumidor. Segundo a Escola Federal de Engenharia de Itajubá (MG), onde aparelho semelhante é fabricado, garante que sua instalação significaria uma economia de 35% nas contas de água, ressaltando que esse percentual pode variar de uma região para outra, de acordo com a frequência das interrupções no fornecimento de água, fato que favorece a entrada de ar na rede”, explica o vereador o autor do projeto.

Trâmite

Para entrar em vigor é necessária análise por parte do prefeito Válter Suman (PSB), a quem caberá sancionar ou vetar a proposta em questão. Se sancionada, torna-se lei e entra em vigor a partir da data de publicação no Diário Oficial do Município.

Comente aqui