Data: 16/04/2013 17:03 / Autor: Redação / Fonte: ACSP

Vendas a prazo crescem 3,9% na primeira quinzena de abril

Ausência de data comemorativa prejudica comparações no início de abril


“O efeito calendário prejudicou a leitura da quinzena. Será preciso aguardar o fim do mês para uma leitura mais clara desse período”, diz ROGÉRIO AMATO, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) – que reúne 420 Entidades.

O Indicador de Movimento do Comércio (IMC) – vendas a prazo – registrou elevação de 3,9% na primeira quinzena de abril, com relação ao mesmo período de 2012. Vale ressaltar que a primeira quinzena de abril deste ano tem dois dias úteis a mais.

Na mesma base de comparação, o Indicador de Consultas de Cheque (ICH) – vendas à vista – apresentou alta de 3,7%, segundo a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), baseada numa amostra de dados de clientes da Boa Vista Serviços, que administra o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). Comparado com o mesmo período de março/2013, o IMC registrou queda de 17,4% e o ICH recuou 11,7%, com o mesmo número de dias. Em parte, essa queda deve-se à ausência do feriado de Páscoa, que ocorreu em março.

Inadimplência:

O Indicador de Registro de Inadimplentes (IRI) – registros recebidos/carnês em atraso – apresentou alta de 2,0% no mês, na comparação com o mesmo período de 2012.

O Indicador de Recuperação de Crédito (IRC) – registros cancelados/renegociações de crédito - registrou alta de 2,5% (na mesma comparação entre períodos). Esses números sugerem que a inadimplência está estabilizada.

Comente aqui