Data: 03/12/2021 15:22 / Autor: Redação / Fonte: Governo de SP

SP repassa R$ 161 mi para 728 moradias no Grajaú e ações de urbanização

Unidades habitacionais serão erguidas no Conjunto Habitacional Chácara do Conde Prefeito Bruno Covas; Sabesp e Prefeitura também assinaram convênio obras na região da represa Guarapiranga


Assinatura do Novo Convênio entre CDHU e Prefeitura de São Paulo
Assinatura do Novo Convênio entre CDHU e Prefeitura de São Paulo

Crédito: Governo do Estado de SP

O Governador em Exercício Rodrigo Garcia autorizou, nesta sexta-feira (3), a celebração de convênio entre a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) e Prefeitura de São Paulo para repasse de R$ 100 milhões ao município. Os recursos serão investidos na construção de mais 728 moradias na segunda fase do Conjunto Chácara do Conde Prefeito Bruno Covas, no Grajaú. Estado e município também assinaram convênio de R$ 61 mi para obras de saneamento na região da bacia da Guarapiranga. O Prefeito em Exercício da Capital, Milton Leite, participou do ato.

"Estamos celebrando aqui a qualidade de vida. Esse esforço que o Estado e a Prefeitura fazem deve ser permanente e é muito bom, nessa fase de retomada econômica, poder proporcionar esse convênio", destacou Rodrigo Garcia. "Estamos aqui hoje preservando a nossa fonte de mananciais e procurando dar dignidade com moradia adequada", completou.

As novas unidades habitacionais a serem construídas no Grajaú são destinadas a famílias que residem em moradias precárias situadas em áreas de mananciais das represas Billings e Guarapiranga. O empreendimento receberá outros R$ 47,43 milhões da Prefeitura de São Paulo. O secretário da Habitação, Flávio Amary, e o presidente da CDHU, Silvio Vasconcellos, participaram da cerimônia, que contou com a presença de representantes da Secretaria de Habitação (Sehab) da Capital.

O projeto prevê a construção de quatro torres de apartamentos, em terreno de propriedade do município de São Paulo. Caberá à CDHU realizar, com o apoio da Sehab, a habilitação das famílias beneficiárias para efetivar a comercialização das unidades habitacionais. Na primeira fase da cooperação entre CDHU e Sehab, foram entregues em outubro 562 moradias no mesmo empreendimento, além da urbanização 1.055 domicílios na região.

Guarapiranga

Estado e Prefeitura também assinaram convênio para ações de urbanização da bacia da Guarapiranga, contribuindo diretamente para a despoluição da represa. A Sabesp vai repassar R$ 61,1 milhões ao município para execução de obras de abastecimento de água e esgotamento sanitário no âmbito do Programa de Recuperação Ambiental de Mananciais, Urbanização de Favelas e Melhorias Urbanas. A assinatura contou com a presença do secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado, Marcos Penido, e representantes das Sabesp.

A formalização do convênio é importante para que o município dê andamento às ações para regularização de moradias que se instalaram informalmente no entorno da Guarapiranga. As medidas a serem adotadas contemplam diversos núcleos habitacionais que ficam ao redor da represa e que, em razão da situação de informalidade, não contam com redes de esgoto.

Entre esses núcleos estão Chácara do Conde, Cantinho do Céu, Mata Virgem, João Manoel Vaz, Nakamura, ngela, Cavalo Branco, Alto da Alegria, Jardim Orion, Monte Verde, Apurá, Orion Cidade Julia, Chácara Flórida, ngelo Tarsini, Boulevard da Paz, onde vivem cerca de 192 mil pessoas.

Pela parceria, a Sabesp assessora e fiscaliza a execução das obras para abastecimento e esgoto na região. Após a conclusão dessas obras, a Companhia passa a operar as novas redes de água e esgoto.

A Sabesp investe atualmente mais de R$ 203 milhões em obras para ampliar coleta e tratamento de esgoto na bacia da Guarapiranga. Nos últimos anos, as ações da Companhia já garantiram mais saneamento na região.

Comente aqui