Data: 19/01/2022 15:41 / Autor: Redação / Fonte: Governo do Estado de São Paulo

SP promove a maior expansão do Bolsa Trabalho da história com oferta de 150 mil vagas

Foco da iniciativa é na população desempregada, com prioridade para mulheres; investimento é de mais de R$ 415 milhões e inscrições começam no dia 25


Crédito: Governo do Estado de São Paulo

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (19) o lançamento de 150 mil vagas para o programa Bolsa Trabalho, com foco na população desempregada, com prioridade para mulheres. A iniciativa do Governo de São Paulo, desenvolvida pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Governo em parceria com municípios cadastrados no programa, tem objetivo de gerar renda, ocupação, qualificação e empregabilidade para a população mais vulnerável, com apoio das prefeituras.

"O Bolsa Trabalho é uma real oportunidade de emprego, são R$ 540 por mês, por um período de cinco meses, para atendimento a essa população vulnerável aqui no estado de São Paulo. A prioridade é para as mulheres", afirmou Doria.

Com mais de R$ 415 milhões em investimentos do Governo de São Paulo, o programa Bolsa Trabalho vai oferecer bolsas no valor de R$ 540 por mês aos cidadãos que realizarem atividades de trabalho em órgãos públicos municipais e estaduais. A carga horária será de 4 horas diárias, cinco dias por semana, e o benefício poderá ser pago por cinco meses consecutivos. Além disso, os participantes realizarão um curso de qualificação profissional e receberão apoio à empregabilidade, por meio dos Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs).

Os inscritos poderão escolher seis opções de cursos profissionalizantes virtuais da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo), com duração de 80 horas:

Auxiliar de Controle de Produção e Estoque

Gestão Administrativa

Gestão de Pessoas

Organização de Eventos

Rotinas e Serviços Administrativos

Secretariado e Recepção

Inscrições

Serão aceitas inscrições de moradores do estado de São Paulo, desempregados, maiores de 18 anos e com renda familiar de até R$ 550 por pessoa (equivalente a meio salário mínimo). Os cidadãos elegíveis devem se inscrever no portal do Bolsa do Povo entre 25 de janeiro e 7 de fevereiro: www.bolsadopovo.sp.gov.br. A convocação será feita por meio de publicação no Diário Oficial.

Municípios

As prefeituras participantes do programa devem acessar o portal Bolsa do Povo e selecionar o número de vagas que desejam ter em seus municípios. Esta etapa foi prorrogada até esta quinta-feira (20).

A distribuição de vagas entre os municípios aderentes considera a população, índice de vulnerabilidade social além do interesse e capacidade da prefeitura local. Já os cidadãos inscritos são selecionados conforme parâmetros do questionário socioeconômico, com priorizações de mulheres arrimo de família, maiores encargos familiares, tempo de desemprego e maior idade.

Sobre o Bolsa Trabalho

Com a promulgação da Lei nº 17.372, de 26 de maio de 2021, o Programa Emergencial de Auxílio-Desemprego passou a integrar o programa Bolsa do Povo denominado Bolsa-Trabalho, que concentra a gestão dos benefícios, ações e projetos, com ou sem transferência de renda, instituídos para atendimento de pessoas em situação de vulnerabilidade social no estado de São Paulo.

O resumo com as informações anunciadas pelo Governo de São Paulo está disponível na página https://issuu.com/governosp/docs/bolsa_trabalho.

Comente aqui