Data: 20/04/2020 11:39 / Autor: Redação / Fonte: Serpro

Serpro libera plataforma de biometria para apoiar empresas durante a pandemia

Serviços que exigem a presença física do cidadão poderão usar o Biovalid, solução de biometria facial que dispensa o uso de certificação digital


Serpro libera gratuitamente plataforma de biometria para empresas e instituições
Serpro libera gratuitamente plataforma de biometria para empresas e instituições

Crédito: Divulgação

O Serpro disponibilizou gratuitamente o uso da sua nova solução de biometria: o Biovalid para empresas privadas e instituições públicas que oferecem serviços que exigem a presença física do cidadão. A funcionalidade pode ser usada, sem nenhum custo, até 20 de julho. O sistema faz reconhecimento facial e, ao mesmo tempo, gera um token temporário, vinculado ao CPF do cidadão, que dispensa o uso de certificação digital para dar validade jurídica a uma transação.

A gratuidade no uso é uma oferta lançada pelo Serpro, para que as organizações públicas e privadas do Brasil mantenham seus serviços, com segurança e confiabilidade, durante a pandemia da Covid-19. "O Serpro é um dos grandes impulsionadores da transformação digital no país, e nesse momento, precisamos contribuir ao máximo com providências de TI (serviços, sistemas e infraestrutura) para colaborar com ações de enfrentamento à pandemia e apoiar a dinâmica da economia nacional", afirma André de Cesero, diretor de Relacionamento com Clientes do Serpro.

O diretor também destaca que o Biovalid já nasceu alinhado aos princípios da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e que "a solução é capaz de transpor serviços analógicos para o mundo digital com segurança e agilidade, permitindo a autenticação do cidadão, sem a exigência que este se apresente fisicamente".

Para governos e empresas

O Biovalid é útil para facilitar o relacionamento do cidadão com o governo ou empresas e já está disponível para garantir agilidade e segurança ao atendimento nas esferas municipal, estadual e federal. “Uma possibilidade em estudo pelo Ministério da Saúde é a utilização do Biovalid para autenticar atestados médicos firmados por meio da telemedicina, quando o paciente é atendido à distância, por videoconferência. Outra tendência é a aplicação do reconhecimento facial para a autenticação na plataforma Gov.br, que oferece inúmeros serviços ao cidadão”, informa Alfredo Baeta, analista do Serpro e um dos responsáveis pela ferramenta.

A solução foi criada para oferecer o recurso da mobilidade e segurança a empresas públicas e privadas de qualquer tamanho. “O Biovalid pode ser utilizado para, de forma online, fechar negócios com necessidade de validação jurídica. Na prática, qualquer empresa que necessite substituir a presença física do cliente por uma prova de vida (liveness) pelo celular tem a ganhar com a ferramenta”, complementa Rafael Oliveira, gerente de Produtos de Informação e Inteligência do Serpro.

Como funciona?

Na hora de concluir a transação que necessita de validação jurídica, a instituição repassa um token de validade temporária (PIN ou QR Code) gerado por meio do Biovalid. O cliente então utiliza o app Biovalid em seu celular para inserir o PIN ou fazer a leitura do código QR. Na sequência, ele faz a prova de vida pelo app, tirando uma selfie e seguindo o procedimento de validação. O Biovalid compara essas imagens aos registros biométricos do governo e atestar a identidade do cidadão. Por fim, sua empresa recebe o resultado da validação de identidade e pode dar sequência ao fluxo da transação, seja ela uma venda, uma autenticação ou o fechamento de um contrato.

A ferramenta já é usada com sucesso para abertura online de empresas na Junta Comercial do Rio de Janeiro e eliminou a etapa de entrega de documentos físicos, reduzindo custos e economizando tempo para o empreendedor. A partir de agora, basta usar o celular para fazer uma prova de vida , atestar a identidade e, em menos de 10 minutos, o cidadão conclui o processo de regularização da sua nova empresa no Rio.

Experimente agora o Biovalid

Uma tecnologia que substitui a necessidade de deslocamento e presença a um balcão físico contribui não só para uma melhor prestação de serviços públicos ao cidadão, mas também ao fomento de novos negócios e à transformação digital da economia. Acesse a página da campanha, conheça em detalhes o seu funcionamento e saiba como o Biovalid pode transpor seus negócios para o mundo digital com segurança e agilidade.

Crédito: Divulgação

Comente aqui