Data: 06/12/2021 07:23 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de São Paulo

São Paulo apresenta os sambas-enredo do carnaval 2022

Lançamento do CD com as músicas das 34 agremiações da cidade foi realizado na Fábrica do Samba, na Zona Oeste, na noite desse sábado (4)


FESTA DE LANÇAMENTO DO CD CARNAVAL 2022
FESTA DE LANÇAMENTO DO CD CARNAVAL 2022

Crédito: Prefeitura de São Paulo

A Fábrica do Samba, localizada na Barra Funda, Zona Oeste da capital, sediou na noite deste sábado (4) o lançamento do CD Carnaval 2022, com os sambas-enredo das 34 agremiações que pertencem aos grupos de Acesso II, Acesso e Especial. O evento foi prestigiado pelo prefeito em exercício, Milton Leite, que estava acompanhado pelos secretários municipais Aline Torres (Cultura) e César Azevedo (Urbanismo e Licenciamento)

“Esta noite é de confraternização do mundo carnavalesco, pois foi lançado o CD com os sambas-enredo de todas as escolas de samba. Uma festa linda”, afirmou Leite.

Sobre a nova variante da Covid-19, ômicron, o prefeito em exercício enfatizou que todos os cuidados serão tomados pela Prefeitura, para que o carnaval seja mantido na cidade de São Paulo.

“Nosso povo foi chamado para tomar a primeira, a segunda e terceira dose da vacina contra a Covid. Agora, surgiu essa nova variante da doença. Vamos continuar mantendo todos os cuidados, para que possamos ter carnaval. Se nos estádios é solicitado o passaporte da vacina, ele será exigido também no sambódromo. A Prefeitura tem feito todos os esforços”, disse Milton Leite.

Desfile

Durante o evento, as agremiações passaram por uma estrutura montada pela Liga das Escolas de Samba apresentando, ao vivo, os enredos que compõem o álbum triplo (lançado nas plataformas de streaming em 27 de novembro), em formato de desfile.

Obras retomadas

O prefeito em exercício também destacou a importância da retomada das obras dos galpões da Fábrica do Samba.

“É um complemento que se faz necessário. As escolas do grupo especial precisam desse espaço, para que tenham condições de disputar em condições de igualdade. A Fábrica é um espaço maravilhoso”, enfatizou Milton Leite.

Com recursos municipais, a Prefeitura retomou as obras do complexo em outubro deste ano gerando, assim, 250 empregos diretos. O poder público municipal está investindo R$ 21,2 milhões na conclusão da Fábrica do Samba. Desse total, R$ 7,4 milhões já foram liquidados, sendo R$ 1,2 apenas neste ano. Os outros R$ 13,8 milhões, que deveriam ter sido pagos pelo Governo Federal, serão aportados pela Prefeitura até o reembolso.

Na última sexta-feira (3) a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras (SIURB), concluiu um novo um novo galpão no bloco C do espaço. Conta com pé direito de 18 metros, 4 mil m² de área construída, elevador social, elevador de carga para até 1,5 mil kg, cozinha, refeitório, banheiros, vestiários, oficinas de serralheria e marcenaria, ateliers de costura, doca para recebimento de materiais, espaço para reciclagem e área para modelagem dos carros alegóricos.

Ao todo, a Fábrica do Samba é composta por 14 galpões, distribuídos em três blocos (Bloco A – três galpões, Bloco B – quatro galpões e Bloco C – sete galpões). Eles são áreas totalmente projetadas para as atividades de produção das escolas de samba.

Público empolgado

A ampliação do espaço, assim como o lançamento do CD, emocionaram a aposentada Noêmia da Silva Ribeiro, de 82 anos, integrante da Nenê de Vila Matilde.

“Passei por uma expectativa enorme até chegar este dia. Mas foi um esforço que deu certo”, disse.

Para a vendedora Andréa Caetano, 35, que participa das escolas Unidos do Tucuruvi e Tom Maior, a noite deste sábado foi muito especial

“Este momento está sendo incrível. O samba é uma cultura, as escolas são formadas por famílias. É muito importante esse olhar dos nossos governantes para o nosso carnaval”, declarou

Comente aqui